Visitar Salzburgo como um local, por Teresa Rebelo

Amigos pelo mundo
Teresa Rebelo – Salzburgo, Áustria

Não conheço a Teresa pessoalmente. É o que se pode chamar de “amiga virtual”, mas por culpa inteiramente minha!

Durante a viagem de autocaravana que fiz pela Europa, em 2019, começamos a trocar umas impressões via Instagram e, simpaticamente, a Teresa deu-me algumas dicas de viagem sobre a Áustria e Salzburgo, onde vive. Fiquei de a contactar quando estivesse na cidade, para nos conhecermos e tomarmos um café, mas não o fiz. Por esquecimento, comodismo, pressa, timidez, whatever… fui trengo! :)

Quem é a Teresa

» Nome: Teresa Rebelo
» Idade: 34
» Profissão: Coordenadora de conteúdo media
» Hobbies: Viagens, caminhar, cotografar, aprender novas línguas, ouvir música
» De onde és originalmente: Lisboa
» Há quanto tempo estás a viver em Salzburgo: 6 anos

Apaixonada pela diversidade humana, línguas e viagens, cujo conteúdo tento partilhar também no meu perfil de Instagram @teresatrebelo.

Teresa Rebelo
Teresa Rebelo

Como foste parar à Áustria e a Salzburgo?

A vida acabou por me trazer para à Áustria em 2015. Vim com o meu namorado da altura, que foi convidado para vir trabalhar, e eu segui-o. Já tinha estado anteriormente em Salzburgo, mas não imaginava que, uns anos mais tarde, poderia ser a minha casa.

O meu dia-a-dia normal aqui é tranquilo, tipo casa-trabalho-casa. Mas aproveito alguns momentos também para caminhar e absorver a natureza, o ar-puro que esta terra tem para nos dar.

Teresa Rebelo, Salzburgo
A Teresa a admirar a cidade. © Arquivo pessoal

Para alguém que viaje em turismo, qual a melhor zona para ficar em Salzburgo?

Salzburgo é uma cidade pequena e os monumentos mais importantes estão quase todos concentrados nas principais zonas a visitar. O mais prático será ficar num hotel perto de Mirabell, que fica na parte “nova” da cidade. Dessa forma, os viajantes terão oportunidade de visitar facilmente os dois lados da cidade (centro histórico e parte nova), que está dividida pelo rio Salzach.

Salzburgo, Áustria
Vista fantástica, com o Forte de Salzburgo ao fundo.

Onde dormir em Salzburgo

É provável que nem todos os orçamentos comportem uma ou duas noites no histórico e magnífico Hotel Sacher. Por isso, aqui fica uma lista de alguns alojamentos bem localizados e recomendados em Salzburgo.

» Hotel Stein
» Cityhotel Trumer Stube
» Hotel am Mirabellplat
» Hotel Markus Sittikus
» Motel One Salzburg-Mirabell
» The Keep Eco Residence

Qual é a melhor forma de nos deslocarmos em Salzburgo?

Apesar de os transportes funcionarem muito bem, diria que a melhor forma de deslocação em Salzburgo é mesmo a pé! Não conseguiria imaginar de outra forma. A cidade é pequena e facilmente se chega a todo o lado.

Salzburgo, Kapitelplatz
Kapitelplatz, Salzburgo

Dica de viagem

Para além de entrada gratuita nos principais museus e atracções da cidade, o Salzburg Card inclui a utilização ilimitada de transportes públicos, bem como uma viagem ida/volta no teleférico para Untersberg e no funicular para o forte. Incluin ainda um passeio de barco no rio Salzach. Vale a pena!

O que se deve mesmo fazer e visitar em Salzburgo em dois dias?

No primeiro dia, caminhamos pelas ruas mais típicas, começando pela Linzergasse, do lado novo da cidade. É uma das principais ruas comerciais, mas tem edifícios tom pastel muito bonitos. O fim da rua vai dar ao rio, o Salzach, que marca a divisão entre o centro histórico e a parte nova. Antes de seguirmos viagem para ao centro histórico, passamos primeiro por Mirabell, vemos os seus jardins, tiramos fotos à fortaleza que se avista desde ali.

Palácio Mirabell, Salzburgo
Palácio e jardins de Mirabell

Cruzamos então a ponte Staatsbrücke, cheia de cadeados de amor, e chegamos ao centro histórico. Passamos pela Getreidegasse, a principal rua comercial de Salzburgo, visitamos a catedral, subimos até à fortaleza e lá de cima caminhamos por Mönchsberg, uma montanha com vistas maravilhosas sobre a cidade. Ao chegar ao museu de arte contemporânea, começamos a descer novamente para o centro histórico. Paramos no Café am Kai, para apreciar a vista e fazer uma pequena pausa.

Ponte de Salzburgo
A ponte dos namorados de Salzburgo
Salzburgo, Áustria
Vista geral sobre a cidade

Num segundo dia, podemos visitar alguns sítios interessantes fora deste circuito de centro histórico, como Hellbrunn, que é uma grande área verde onde está o zoo, museus e palácios. Foi em Salzburg que o filme “Música no Coração” foi gravado, e há muitos pontos de interesse turístico com esta referência. Outro destes locais é palácio de Leopoldskronn, onde foi gravada aquela cena em que caem todos ao lago. Podemos também visitar o Hangar 7, onde estão expostos os carros de Fórmula 1, aviões e outras máquinas da Red Bull. A entrada é gratuita!

E um lugar menos óbvio, onde levarias um amigo que já conhece a cidade?

Levaria a Panzerhalle, que é uma zona da cidade pouco conhecida entre turistas e uma espécie de Mercado de Campo de Ourique. Para caminhar por sítios bonitos e ter alguma paz, ou ver surf no rio, levaria ao Almkanal.

Salzburgo, Áustria
Pelas margens do Rio Salzach

E comer? Recomendas algum restaurante especial em Salzburgo?

Para quem gosta de provar a comida tradicional dos países, sugiro o Sternbräu. É um dos restaurantes com mais espaço na cidade, com comida típica austríaca e os bem conhecidos Schnitzel, o prato mais comum na Áustria que é, basicamente, um panado.

Para vegetarianos ou vegans, recomendo o Indigo, o Ping Pong Poke que abriu recentemente, o Afro Coffee ou o Spicy Spices. Estão todos concentrados na zona ou muito perto do centro histórico.

Que outros locais na Áustria recomendas conhecer? Seja numa escapadinha perto da cidade ou numa viagem pelo país.

No seu conjunto, a Áustria é um país espectacular para fazer umas férias tranquilas e ideal para quem quer relaxar corpo e mente. Todas as regiões têm os seus encantos, com paisagens lindíssimas.

Salzburgo é uma cidade rodeada de lagos com montanhas como pano de fundo. Existem demasiados para conseguir ver tudo com calma! Mas um passeio a não perder é conhecer Fuschl am See, Wolfgangsee e Mondsee. Eventualmente, esticar um bocadinho e ainda conseguir visitar Halltstatt. Durante o Verão, a estrada até ao glaciar de Großglockner está aberta e é uma visita interessante de se fazer.

Hallstatt, Áustria
Hallstatt
Lago Wolfgangsee, Áustria
Wolfgangsee
Innsbruck, Áustria
Innsbruck

A sul, mais perto de Itália, temos mais lagos mas também uma região vinícola. O Tirol tem cidades como Innsbruck ou Kufstein, que são muito bonitas e merecem igualmente uma visita.

Voralberg é uma região muito verde, mas também com muita neve, perto da Suíça. Tem imensos caminhos pela natureza, montanhas e as estradas mais bonitas, com paisagens deslumbrantes.

E, claro, Viena é Viena! :)

 
Planeia a tua viagem com estas ferramentas
Faz como eu! Estas são as principais ferramentas que utilizo na preparação das minhas viagens. Ao utilizares os links abaixo, poderás ter alguns descontos e vantagens e eu posso ganhar uma pequena comissão. Desta forma, ajudas-me a manter o blog sem pagares nada mais por isso.
Voos
Encontra os melhores voos no Skyscanner ou no Kiwi.com
Alojamento
Reserva o teu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb
Seguro de viagem
Faz sempre um bom seguro de viagem com a IATI ou a World Nomads
Tours e bilhetes
Marca tours e compra bilhetes para atracções através do GetYourGuide ou do Civitatis
Rent-a-car
Consegue os melhores preços no aluguer de carros com a Rentalcars.com ou a Rentcars
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamento com os cartões Revolut, Curve, N26 ou TransferWise

Precisas de ajuda para planear a tua próxima viagem?

Workshop Smart Travel

Deixe um comentário