O poder dos sonhos

Há um sonho que tenho tido com alguma frequência desde o assalto na Costa Rica. Sempre o mesmo, com exactamente os mesmos detalhes.

Nesse sonho, sou obrigado a regressar a Portugal para tratar das burocracias que me permitam continuar a viagem. O plano é deixar de lado a América do Sul e apanhar novamente o trilho na Indonésia. Mas, quando chego a Portugal, e por uma razão inexplicável muito estranha (os sonhos são assim), volto a trabalhar alguns dias no meu antigo emprego e embrulho-me tanto com projecto qualquer que me esqueço de comprar os bilhetes de avião para e acabo por já não conseguir ir para Bali. Acordo sempre nessa altura meio assustado e demoro alguns segundos a perceber onde estou e que tudo não passa de um sonho.

Como já perceberam, já estou na Indonésia. Mas o sonho pode ter estado muito perto de, numa versão ligeiramente diferente, se tornar realidade. Não vos quero maçar com mais histórias recambulescas de passagens de fronteiras e entradas em países mas esta foi, sem dúvida, a mais complicada. O meu passaporte temporário é válido até Janeiro 2008 mas alguns países exigem passaportes com, pelo menos, mais de 6 meses de validade. É óbvio que eu sabia disto à partida mas foi um detalhe de que não me lembrei com o novo documento.

Para resumir, o episódio começou com o guarda de emigração a dizer “Temos um problema, não podemos dar-lhe visto e vai ter que regressar a Darwin” e acabou com um suborno de 100 dólares americanos ao responsável de serviço, sugerido pelo próprio. Os “entretantos”, foram um processo de negociação muito complicado, muitos nervos e uma ida escoltada à caixa ATM para levantar dinheiro.

O raio do assalto, que já lá vai há muito, deixou tentáculos por todo o lado e, todos os dias, descubro mais uma coisinha, mais um pormenor, mais uma rasteira. Hoje tive que pagar mais 7 dólares a um polícia de trânsito porque a minha licença de condução internacional (o documento mais estúpido que conheço) também ficou algures na Costa Rica.

O problema da Indonésia está resolvido mas, agora, estou outra vez na corda bamba em relação aos próximos destinos e é bem provável que tenha que alterar radicalmente a rota programada. Ou isso, ou passo a viajar com uma mala cheia de notas!

 

 

   
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Pesquisar voos
Pesquise os seus voos num agregador como o Skyscanner ou o Momondo.
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb.
Seguro de viagem
Não arrisque! Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou a Globelink.
Tours e bilhetes
Encontre um tour à sua medida e compre bilhetes para atracções no GetYourGuide ou no Viator.
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou na Economy Car Rentals.
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamentos em viagem com os cartões Revolut ou N26.
WiFi e Internet Móvel
Tenha internet ilimitada em qualquer país do mundo com o Skyroam.

Deixe um comentário