Notas de viagem sobre a Argentina

A Argentina é um país extremamente vasto e qualquer viagem tem que ser muito bem preparada. A não ser que tenha muito tempo ou faça muitos voos internos, é bastante improvável que consiga conhecer todas as atracções porque as viagens são bastante morosas.

Prepare bem a sua viagem, investigue o tempo que necessita para fazer as ligações entre as várias localidades e reserve tempo para desfrutar plenamente da beleza dos lugares. Arranje também tempo para fazer trekkings. Mesmo que vá sozinho arranjará sempre pessoas para compartir a aventura e encontrará inúmeras pessoas no caminho a quem se poderá juntar.

Há com certeza lugares imperdíveis, como é o caso da Patagónia, da Terra do Fogo ou Iguazú, mas visitar locais menos procurados pode ser igualmente, ou mais, compensador.

Reforce a sua atenção nas grandes cidades, essencialmente Buenos Aires, e se tiver algum infortúnio contacte a polícia que é geralmente eficiente e atenta.

A Argentina é um país razoavelmente seguro para viajar, quer seja acompanhado quer seja sozinho, inclusive para uma mulher. Se for mulher a viajar sozinha conte sempre com bastante cavalheirismo por parte dos homens. A população da Argentina é bastante simpática e acolhedora e sempre pronta para ajudar, o que torna muito fácil viajar neste país.

 
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Voos
Encontre os melhores voos no Skyscanner ou no Kiwi.com
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb
Seguro de viagem
Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou a IATI
Tours e bilhetes
Marque os seus tours e compre bilhetes para atracções na GetYourGuide ou na Civitatis
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou na Economy Car Rentals
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamento com os cartões Curve, N26 ou TransferWise
 

Mais dicas de viagem sobre Argentina

Deixe um comentário