Os melhores cartões bancários para viajar

Alguns dos principais desafios para resolver em viagem, principalmente quando se trata de viagens longas e por diversos países, são as questões relacionadas com o dinheiro. Não falo apenas da falta dele :) mas da forma mais eficiente de gerir quanto levar, em que moeda, onde cambiar, que cartões bancários utilizar, etc.

O problema das taxas de levantamento e pagamentos em viagem

Os cartões de débito ou crédito “normais”, fornecidos pelos nossos bancos tradicionais, não são a melhor opção para fazer pagamentos e levantar dinheiro em viagem. Por duas razões essenciais:
1. As taxas de levantamentos e pagamentos fora da Zona Euro (do Brasil para os brasileiros)
2. As taxas de câmbio que os bancos utilizam para converter esses levantamentos e pagamentos na nossa moeda original

Durante muito tempo sofri muito com esse “roubo” dos bancos. Por cada 150 Euros que levantava, pagava algo como 5-8 Euros de comissões! Sem falar na margem extra que o banco já ganhava com a taxa de câmbio que me aplicava (em cima da taxa de câmbio de mercado, os bancos cobram um extra que nem é facilmente percetível para o cliente, pois não vem descriminado no extracto).

Cartões bancários que podem ajudar a resolver este problema

Por indicação de um amigo, experimentei há alguns anos o Skrill Card, o único deste género que existia na altura. Este cartão pertence a um banco virtual inglês e foi originalmente criado para jogar em casinos online. Não era perfeito, mas funcionava bem e cheguei a viajar com ele durante 6 meses pela Ásia sem qualquer tipo de problema!

Hoje em dia, ainda tenho o meu Skrill Card mas, felizmente, com a evolução tecnologia e o aparecimento das chamadas “fintechs” existem mais e melhores soluções.

Cartão Revolut

Cartão Revolut

O Revolut é, provavelmente, o mais conhecido deste tipo de cartões e a solução mais divulgada e recomendada pelos viajantes actualmente. E, aqui entre nós, como todo o mérito! O processo de obtenção do cartão é fácil e rápido, a app funciona muito bem e é fácil de utilizar, as funcionalidades e limites da versão gratuita são bastante razoáveis, a versão Premium oferece muitos extras interessantes, etc.

Características principais:
» Cartão gratuito e sem anuidade, pagam-se apenas os gastos de envio.
» Levantamentos gratuitos até 200€/mês, em qualquer país. Depois desse montante, taxa de 2% em cada levantamento.
» Taxas de câmbio interbancárias, sem comissão adicional.
» Carregamento muito fácil por cartão de crédito/débito (imediato) ou por transferência IBAN (2-3 dias).
» App muito intuitiva e robusta, com muitas funcionalidades para gestão da conta e do cartão (bloquear cartão, suspender funcionalidade temporariamente, definir limites, criar cartões virtuais, etc).

Outras características e extras:
» Abertura e manutenção gratuitas de conta à ordem em Euros e Libras.
» Possibilidade de manter o saldo no cartão em múltiplas moedas, incluindo cripto-moedas.
» Seguro de telemóvel e seguro de saúde em viagem (extra ou versão Premium).
» Versão Premium com funcionalidades e limites extra.

A Revolut Ltd é uma empresa financeira registada e sediada no Reino Unido e é regulada pelas autoridades inglesas pelo que, sob o ponto de vista da credibilidade, podemos estar relativamente descansados.

Pessoalmente, tenho utilizado o cartão Revolut dentro e fora da Europa e a minha experiência tem sido boa, sem qualquer contratempo ou eventos inesperados (dificuldades na utilização, taxas extra, etc). Esta seria a minha primeira recomendação!

Pedir cartão Revolut

 

N26 Bank

Cartão N26 Bank

O N26 é mais parecido com um banco tradicional do que o Revolut. Na realidade, o N26 Bank é um banco normal, sediado na Alemanha e, como tal, licenciado e regulado pelo banco Central Europeu. Tem é a particularidade de ter sido desenvolvido de raiz para operar como “mobile banking”, nomeadamente através de uma app ou do computador. Para além das questões associadas à mobilidade, o N26 oferece aos seus clientes um cartão Mastercard com características e funcionalidade muito interessantes para viajar.

Características principais:
» Cartão gratuito e sem anuidade, envio gratuito.
» 5 levantamentos gratuitos por mês em Euros. Depois, 2€ por cada levantamento adicional.
» Taxa de 1,7% em levantamentos noutras moeda em qualquer país.
» Não é necessário carregar o cartão, uma vez que o mesmo utiliza o saldo da conta à ordem.
» A conta tem um IBAN (neste caso, alemão) como qualquer conta bancária, para onde se pode transferir dinheiro e manter saldo para utilizar com o cartão.
» App robusta e com muitas funcionalidades de gestão da conta e do cartão (transferências, notificações e alertas, bloqueio imediato do cartão, bloqueio do cartão para compras online, definir limites, etc)

Outras características e extras:
» Abertura de conta em 8 minutos, via chat de vídeo.
» Transferências bancárias em Euros gratuitas.
» Transferências internacionais a custos reduzidos via parceria com TransferWise.
» Abertura e manutenção gratuitas de conta à ordem em Euros e Libras.
» Gestão da conta via app no telemóvel, mas também via web browser no computador.
» Versões Black e Metal com funcionalidades e limites extra (levantamentos gratuitos ilimitados, seguro de viagem, etc)

Pessoalmente, já tenho uma conta N26 há algum tempo e já usei algumas vezes o cartão Mastercard na Europa. Na verdade, esta é cada vez mais a minha segunda conta bancária, onde, por exemplo, já recebo pagamentos de alguns clientes. E, para já, estou bastante satisfeito!

Abrir conta e pedir cartão N26

 

Ferratum Bank

Cartão Ferratum Bank

Em termos de produto, o Ferratum Bank não oferece nada melhor do que o Revolut ou o N26, mas tenho que o mencionar porque tem uma característica em termos de preço muito interessante e que bate os anteriores: 4 levantamentos gratuitos por mês, em qualquer país e de qualquer montante. Isto é, ao contrário do Revolut (que limita pelo montante total levantado) ou do N26 (que limita pela região onde se levanta), o Ferratum consegue-se destacar.

Esta é a única característica pela qual acho que pode valer a pena abrir esta conta e pedir o cartão. Repito, em termos de produto, é pior que os outros dois! A minha experiência com o processo de abertura de conta por vídeo chat, supostamente igual ao do N26, foi muito mais demorado e não tão amigável. A app não é espectacular nem tão user friendly como as das soluções anteriores e não é possível gerir a conta via computador (como se pode fazer no N26). Por último, e isto é apenas um feeling muito pessoal, o Ferratum Bank está sediado em Malta, um conhecido paraíso fiscal, e, apesar de ter uma licença bancária concedida pela EU, levanta-me algumas dúvidas em relação a regulação e solidez.

Tenho conta e cartão Ferratum, mas dificilmente será a minha primeira opção para utilizar como cartão principal em viagem.

Abrir conta e pedir cartão Ferratum

 

Qual é, então, a melhor solução?

Como em quase tudo da vida… depende! :) Tendo em conta as características e vantagens de cada conta e cartão, cada um de nós terá que analisar e perceber o que que sente que é melhor para si. Eu tenho e utilizo os três: Revolut, N26 e Ferratum. Aliás, tenho quatro porque o antigo Skrill ainda está guardado na carteira e pronto para qualquer emergência.

Diria que, para uma viagem anual de férias com a duração de 2 ou 3 semanas, será suficiente ter apenas um destes cartões, na sua versão gratuita. Mas, se falarmos de viagens frequentes e/ou mais prolongadas, os limites gratuitos podem não ser suficientes e, então, valerá a pena fazer uma combinação entre dois (por exemplo, Revolut + N26) ou comprar a versão premium de um deles que, para além de aumentar os limites, oferece outros benefícios que podem ser úteis e viagem.

Seja qual for a sua opção, mãos à obra! Quanto mais cedo pedir um destes cartões, mais cedo se vai habituar à sua utilização para, depois, começar facilmente a poupar na próxima viagem!

   
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Pesquisar voos
Pesquise os seus voos num agregador como o Skyscanner ou o Momondo.
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb.
Seguro de viagem
Não arrisque! Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou a Globelink.
Tours e bilhetes
Encontre um tour à sua medida e compre bilhetes para atracções no GetYourGuide ou no Viator.
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou na Economy Car Rentals.
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamentos em viagem com os cartões Revolut ou N26.
WiFi e Internet Móvel
Tenha internet ilimitada em qualquer país do mundo com o Skyroam.

2 comentários em “Os melhores cartões bancários para viajar

  1. Ola André, vou para a Suécia onde utilizam própria SEK. Saberia me dizer em questao de taxas e preços :
    1) como funcionaria o cartao N26 no caso de fazer pagamentos em SEK e
    2) ao retirar dinheiro do caixa automatico em SEK?

Deixe um comentário