José of the dogs

José of the Dogs
Chicama, Peru
14 Agosto 2007

Ithaka, nascido Darin Papas no sul da Califórnia, é um artista autodidacta e multifacetado. Música, escrita, fotografia, escultura… “you name it”.

Descobri a música dele há alguns atrás, pela mão de um bom amigo, nomeadamente uma letra que ele dedica ao Zé Seabra, um respeitado surfista português. A música chama-se “Seabra is mad” e conta a história de uma viagem de surf à Madeira que os dois fizeram juntamente com o João Valente, director da revista Surf Portugal. Todas as suas músicas contam uma história e ouvi-las é, de facto, como ler um bom conto.

Ithaka tem passado bastante tempo em Portugal, onde inclusivamente já gravou um disco em que uma das canções se chama precisamente “N’ Portugal”. Ele gosta do nosso país e fez cá (aí) bons amigos!

No simples e frio restaurante de Chicama, um dos Canadianos chama a minha atenção para a filmagem do dia que está a ser reproduzida na televisão.

– Ei Portugal, it’s you! Buena ola!

Olho para cima e não gosto do que vejo. Tenho um estilo feio e pesado. Lento. Aquele roundhouse animal, afinal não foi mais do que uma preguiçosa manobra feita a três tempos. Não tenho vergonha, até porque boa parte dos filmados surfam o mesmo ou menos do que eu. Estamos ali para nos divertir, nada mais, mas prefiro nem ver o resto da onda. Lembro-me que a seguir vou passar uma boa secção por cima da espuma e prefiro manter intacta a fantasia de que mandei um grande floater!

Por outro lado, estou completamente absorvido pela revista que tenho à minha frente, pousada ao lado do prato de “pescado con agregado”. É o último número da revista americana Water, que algum gringo deve ter cá deixado, e um título nas últimas páginas reteve toda a minha concentração: “Zé dos Cães (José of the Dogs), by Ithaka – winter 1993.”

Chicama Beach Hotel - Puerto Malabrigo

O artigo é uma história chegada à secretária de um editor da International Surf Magazine em 1993, “num envelope amarrotado desde Portugal” e que, mais uma vez, podia dar em música. Conta como o Darin Papas conheceu o Zé dos Cães numa viagem a Sagres, a forma como se deram bem desde o início e algumas aventuras passadas nas estradas e ondas do sudoeste algarvio, que me fizeram sentir algumas saudades. A história termina com o episódio do suposto ou imaginado suicídio do Zé na ponta de Sagres, uma fábula que rodou nas revistas portuguesas e que não tenho a certeza se já foi totalmente esclarecido.

Para além do mito e do mistério, nunca conheci o Zé dos Cães. Não conheço, senão de vista ou de ler em revistas, o Zé Seabra ou o João Antunes. E, com o João Valente, apenas troquei alguns emails simpáticos. Mas, naquela noite, pus a malta toda a ler o artigo sobre “os meus amigos lá de Portugal” e, no fim do jantar, pedi ao dono do restaurante para arrancar as três últimas folhas da revista.

Meio a sério, meio a brincar, também disse ao fotógrafo e cineasta de serviço para não me filmar mais. É que, aquele cutback lento e preguiçoso do vídeo soube-me muito bem dentro de água e foi segurado com estas perninhas que a terra há-de comer. E isso é que importa!

Oferta de livro

Livre Trânsito

Recebe uma Newsletter com as melhores dicas para viajar! Como oferta, ainda te envio o livro com as crónicas da minha viagem de Volta ao Mundo.

Planeia a tua viagem com estas ferramentas

Voos

Pesquisa os teus voos no Skyscanner

Seguro de viagem

Faz um seguro de viagem com a IATI Seguros (5% desconto com este link)

Alojamento

Reserva o teu hotel, hostel ou guesthouse no Booking

Cartões bancários

Poupa nas taxas de levantamento com os cartões Revolut, N26 ou Wise

Tours e bilhetes

Marca tours e compra bilhetes para atracções através do GetYourGuide ou Civitatis

Rent-a-car

Aluga um carro ao melhor preço com a DiscoverCars

Consulta do Viajante

Faz a tua Consulta do Viajante Online (5% desconto com código tempodeviajar)

Internet

Tem sempre internet em viagem com a Airalo ou Holafly

Vistos e documentos

Trata do visto e outros documentos de viagem com a iVisa

Ao utilizar estes links poderás beneficiar de alguns descontos e vantagens e eu poderei ganhar uma pequena comissão. Desta forma, estás a valorizar o meu trabalho e a ajudar-me a manter o blog, sem pagar nada mais por isso.

Deixe um comentário