Informação prática para viajar na Costa Rica

Localização e fuso horário

Nome oficial do país: República da Costa Rica
Região: América Central
Fronteira: Nicarágua (norte) e Panamá (sul)
Capital: San Jose
Fuso horário: GMT -6.

Vistos para a Costa Rica

Os cidadãos portugueses e brasileiros não necessitam de visto para estadias de turismo na Costa Rica até 90 dias. O passaporte deve ter data de validade superior a 30 dias desde a data de entrada no país.

Línguas faladas na Costa Rica

A língua oficial da Costa Rica é o Espanhol. Nas zonas turísticas o Inglês também é falado e facilmente entendido. Aliás, há muitos estrangeiros, incluindo americanos, a viajar e a viver na Costa Rica.

Cuidados de saúde a ter na Costa Rica

A Costa Rica está livre de febre-amarela, senda a vacina obrigatória apenas para pessoas que chegam das zonas endémicas de África e América do Sul. O risco de malária está bastante concentrado e limitado às zonas rurais abaixo dos 700 metros nas províncias de Alajuela, Guanacaste, Herédia e Limon. Normalmente, a profilaxia da Malária, com Cloroquina, é recomendada a todos os turistas que vão para a Costa Rica mas já há muita gente que prefere não tomar nada. Uma ida à Consulta do Viajante e a adopção eficaz de medidas anti-mosquito são sempre recomendáveis. Para informações detalhadas e actualizadas, pode-se consultar o site da MD Travel Health.

Dinheiro, cartões e onde cambiar

A moeda oficial da Costa Rica é o Colon, que vale cerca de 0.0014 Euros. Ver câmbio actual
Código: CRC
Símbolo: ₡

Os dólares americanos também costumam ser aceites em muitos sítios. É a melhor moeda para se trocar porque, independentemente do câmbio Euro/Dólar, o sistema financeiro (formal ou informal) latino-americano ainda penaliza muito o Euro.

O melhor sítio para trocar dinheiro é nos bancos. São seguros, têm as taxas actualizadas e, na maioria dos casos, nem sequer cobram comissão. É preciso mostrar o passaporte para se trocar dinheiro nos bancos. Pode-se trocar Dólares e Euros. Os hotéis e agências devem servir apenas como situação de recurso uma vez que, normalmente, carregam bem nas comissões. Numa situação mais grave com quando fui assaltado e fiquei sem documentos nenhuns, os casinos são bons aliados para trocar os dólares que alguém enviou por correio urgente porque não querem saber quem és, de onde vens, nem para onde vais.

Os cartões de crédito são vulgarmente aceites em sítios como hotéis, restaurantes, agências de turismo e lojas ainda que, em alguns casos, possa ser cobrado um valor extra significativo. Na América Central, ainda é preferível pagar tudo com dinheiro. As ATMs estão cada vez mais generalizadas, principalmente nas zonas com mais turismo e, por isso, é muito fácil levantar dinheiro com um cartão Visa ou Electron. As nominações são pequenas e um levantamento médio já vai dar um belo maço de notas; não esquecer de levar uma bolsa segura para o guardar.

Atenção aos preços dos hotéis e restaurantes. Muitas vezes estão marcados sem os impostos governamentais e taxa de serviço.

Electricidade, comunicações e internet

A corrente eléctrica na Costa Rica é de 120V 60Hz e as tomadas são de dois pinos achatados (Tipo A). Hoje em dia, a grande maioria dos aparelhos eléctricos suporta correntes entre 100-240V por isso os transformadores caíram em desuso.

Tomada Tipo A

Os viajantes portugueses vão precisar levar um adaptador simples, que se compra em qualquer sítio. Os brasileiros, em princípio, não devem precisar.

O indicativo internacional da Costa Rica é o +506. Há cabines e telefones públicos por todo o lado, que funcionam com moedas ou com cartões de código pré-pagos.

No que diz respeito a telemóveis, é possível e fácil comprar um cartão SIM local da Kolbi, Claro ou Movistar para utilizar no nosso próprio telefone. Esta é uma soluções que utilizo frequentemente de modo a poupar em roaming e a ter um número de contacto local para ligar para hotéis ou para dar a amigos que vou fazendo.

A utilização da internet está generalizada e, particularmente nos locais mais turísticos, é fácil muito encontrar um cyber-café ou uma rede Wi-Fi. A maioria dos alojamentos também oferece Wi-Fi gratuita.

   
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Pesquisar voos
Pesquise os seus voos num agregador como o Skyscanner ou o Momondo.
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb.
Seguro de viagem
Não arrisque! Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou a Globelink.
Tours e bilhetes
Encontre um tour à sua medida e compre bilhetes para atracções no GetYourGuide ou no Viator.
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou na Economy Car Rentals.
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamentos em viagem com os cartões Revolut ou N26.
WiFi e Internet Móvel
Tenha internet ilimitada em qualquer país do mundo com o Skyroam.
 

Mais dicas de viagem sobre Costa Rica

54 comentários em “Informação prática para viajar na Costa Rica

  1. olá! oideal é comprar dólar no brasil e levar para fazer o câmbio de colóns lá ou levar o real daqui e trocar lá? obrigada,

  2. olá, gostaria de saber como é a segurança para o turista viajar?
    existe a ocorrencia de violencia , roubos etc

    • Olá Fernando! A Costa Rica é, provavelmente, o país mais seguro da América Central. Genericamente, é um país seguro para turistas, o que não quer dizer que não existam roubos e furtos como em qualquer lugar.

      Pura Vida!

  3. Sei que é uma pergunta fora do padrão mas, prático sobrevivência por toda área possível dá América do sul e me sente atraído pela preservação dá costa rica queria saber se eu teria algum problema indo pra lá geralmente fico 6 meses no lugar onde escolho eu teria problema pra voltar legalmente ?

Deixe um comentário