Hotéis, hostels e outros alojamentos na Argentina

Na Argentina há uma grande diversidade de opções de alojamento para todos os gostos e orçamentos. Há hotéis luxuosos com preços exorbitantes, na lista dos melhores do mundo, e há alojamentos baratos de muito boa qualidade ou de qualidade mais duvidosa. Com a crescente procura por parte dos viajantes independentes, a Argentina tem visto aumentar o número de alojamentos económicos de grande qualidade, com todos os serviços que um viajante independente necessita. Neste sentido, viajar neste país pode ser bastante compensador.

Algumas nomenclaturas que se encontram e principais características:

Hotel – Dispensa apresentações, são os hotéis “normais”. Os padrões dos hotéis locais são ao nível internacional e competem com qualquer hotel europeu. As principais cadeias de hotéis internacionais têm estabelecimentos nos principais destinos turísticos do país.

Hostel – O número de hostels na Argentina cresce de dia para dia. A maioria são bastante bons e com todos os serviços que os viajantes necessitam. O incremento do número de hostels permite uma concorrência feroz e a manutenção dos preços, apesar da elevada taxa de inflação. Quase todos os hostels têm cozinha devidamente equipada com fogão, forno, micro-ondas, frigorífico, arca frigorífica e louça. Possuem computadores com ligação à internet gratuita e Wi-Fi. Para além disso, têm áreas comuns para contacto dos viajantes, bar e banhos e WCs grandes e cuidados. Os hostels na Argentina são uma excelente opção, seja para ficar numa cama num dormitório ou num quarto duplo. Para mais informações sobre estes hostels consulte o site Hosteling International Argentina. Se pretende ficar num hostel específico convêm reservar com antecedência, especialmente na Patagónia. Durante a época alta é conveniente marcar alojamento em todo o país, uma vez que os melhores locais enchem com facilidade. Se for permanecer um tempo mais ou menos prolongado na Argentina e decidir utilizar este tipo de alojamento, é conveniente comprar o cartão do Hostelling Internacional (cartão de alberguista). Faça-o em Portugal, em qualquer Pousada da Juventude, onde o preço é de 6€ em vez dos 14€ praticados na Argentina.

Hostal – Embora este tipo de alojamento seja mais comum no Chile do que na Argentina, podem ser óptimas opções. São casas familiares transformadas em “pequenos hostels”. Normalmente, os dormitórios não têm mais de 4 camas e até predominam os quartos duplos ou triplos. Os pequenos-almoços são deliciosos, com compotas, pão caseiro e frutas da época. Distinguem-se dos hostels pelo ambiente mais familiar. Os quartos duplos rondam os mesmos preços que nos hostels, assim como os dormitórios.

Parque de Campismo – No sul do país, essencialmente na Patagónia, é muito comum recorrer aos parques de campismo. Por exemplo, a cidade de El Bólson tem inúmeros campings bastante populares. Geralmente, os parques de campismo estão bem equipados e têm serviços de electricidade, balneários, bar, restaurante e mini-mercado. São uma óptima opção durante o verão na Patagónia já que são bastante económicos.

Refúgio de montanha – A Patagónia tem inúmeros refúgios de montanha, nomeadamente nas imediações de Bariloche e El Bólson. Estes refúgios são básicos mas óptimas opções quando se fazem trekkings de vários dias, já que dispensam transportar uma tenda na mochila. Os preços rondam os 60Ar (11€). Na área de Bariloche, estes refúgios preparam refeições para os andinistas. Os preços são ligeiramente mais elevados do que nas cidades mas a comida é caseira e extremamente saborosa. Por exemplo, o Refúgio Otto Melling, no Cerro Tronador, é bastante afamado no seio dos viajantes devido aos seus saborosos e suculentos jantares. Nestes refúgios não é necessário fazer reservas antecipadas, no entanto, se quiser fazê-lo pode contactar os Clubes Andinistas da região onde se encontram.

Pesquisar alojamentos na Argentina

 

 
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Pesquisar voos
Pesquise os seus voos num agregador como o Skyscanner ou Momondo.
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou Airbnb.
Seguro de viagem
Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou Globelink.
Tours e bilhetes
Encontre tours à medida e compre bilhetes para atracções no GetYourGuide ou Viator.
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou Economy Car Rentals.
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamentos em viagem com os cartões Revolut ou N26.
WiFi e Internet Móvel
Tenha internet ilimitada em qualquer país do mundo com o Skyroam.
 

Mais dicas de viagem sobre Argentina

Deixe um comentário