Hotéis e outros alojamentos portugueses em Bali

Hotéis em Bali onde se fala português

Sim, é verdade! Há vários hotéis em Bali que pertencem ou são geridos por portugueses. Durante os últimos anos tenho viajando algumas vezes para a ilha dos deuses, onde tive a oportunidade de fazer amigos e confirmar que existe uma comunidade de portugueses bastante activa no que diz respeito a negócios de alojamento e turismo.

Esta é uma lista de hotéis e outros alojamentos que tive oportunidade de conhecer, bem com os seus donos e gerentes portugueses, que garantem que nos sintamos em casa na já bastante hospitaleira ilha dos deuses.

Mondo Surf Village (Canggu)

Mondo Surf Village, Canggu

Já não há qualquer dúvida que Canggu é o novo destino da moda em Bali. Surf, yoga, motas e lifestyle foi a tríade que transformou esta que foi em tempos uma vila pacata no lugar mais hipster de toda a ilha! E o Mondo Surf Village é um pequeno paraíso no meio dessa agitação toda. Estrategicamente localizado em Pererenan, a zona mais tranquila de Canggu, só a morada já dá vontade de lá ficar: Gang Frangipani. O hotel está montado num terreno magnífico, amplo e com um enorme e bem tratado jardim, e oferece diferentes tipos de alojamento, desde camas em quarto partilhado até bungalows privados com vista para a relaxante piscina. O surf (material, instrutor e tours), o yoga (aulas diárias) e a comida saudável (pequeno -almoço e churrasco semanal) são a base da estadia neste estilo que eu chamo de “chic surf camp”.

Mais informações e reservas

Sal Secret Spot (Bingin)

Sal Secret Spot, Bali

O Sal Secret Spot, o simplesmente Sal para os amigos, já quase pode ser considerado um dos clássico de Bingin e um dos melhor hotéis em Bali. Efectivamente, este é um dos alojamentos mais conhecido deste cantinho localizado na zona de Uluwatu e as excelentes críticas nos sites e blogs da especialidade deixam perceber porquê. Na realidade, o Sal está dividido em duas localizações: a principal, cá em cima, localizada numa pequena rua muito sossegada e que com 12 quartos à volta de uma maravilhosa piscina; e a segunda, lá em baixo na praia, com vista directa e privilegiada para o melhor pôr-do-sol das redondezas e que conta com 1 apartamento e 4 quartos. Venha o diabo e escolha… pois são ambas magnificas!

Mais informações e reservas

Gravity (Padang Padang)

Gravity Hotel, Padang Padang

O Gravity é um dos mais recentes projectos na zona de Uluwatu e que poderá, na minha opinião, vir a tornar-se em pouco tempo num dos melhores hotéis da península do Bukit. Os tons de branco fazem-nos pensar que estamos numa ilha grega e a fabulosa vista até perder de vista, desde o alto da colina de Padang Padang , chamam-nos à realidade da “selva” balinesa. Com uma óptima localização e assumindo-se como um eco boutique hotel, no Gravity o ar-livre impera. Desde os bungalows de madeira cuidadosamente decorados e com casas de banho exteriores, até aos magníficos jardins e zona do bar e piscina, tudo convida a uma estadia requintada mas informal e relaxada!

Mais informações e reservas

Boho (Bingin)

Boho Bali

O BoHo é um ambicioso projecto construído de raiz no final de uma pequena rua sossegada da zona de Bingin. Conta com um total de 18 quartos distribuído por dois edifícios de arquitectura local e exótica, cheia de pormenores e com um toque “old and vintage” sem nunca descurar o conforto. Uma das coisas que mais gostei neste hotel foi a integração da vegetação na própria construção e decoração, dando por vezes a sensação que estamos em plena selva tropical. Um detalhe importante de que os proprietários se orgulham é da sua vocação eco-friendly: toda a água consumida pelo hotel é recolhida das chuvas ou do mar e tratada e dessalinizada nas próprias instalações!

Mais informações e reservas

Villa Paz (Canggu)

Villa Paz

Com um conceito totalmente diferente dos anteriores, a Villa Paz começou por ser simplesmente a casa de habitação de um casal de portugueses que veio viver e trabalhar para Bali. Para rentabilizar o espaço e porque gostam de receber pessoas, começaram por alugar um dos quartos mas, o sucesso foi tal, que logo começaram a ter pedidos para o outro quarto e para a casa toda! Hoje em dia, a casa vai estando praticamente afecta a alojamento local, não deixando de ter o toque pessoal e a atenção personalizada dos anfitriões.

Mais informações e reservas

Guia prático para viajar em Bali

Quando ir
A melhor altura para visitar Bali é durante a estação seca, entre Maio e Setembro. Julho e Agosto são os meses em que tem mais gente, pelo que a minha recomendação é ir no início e o fim da temporada (Mai/Jun ou Set). Entre Dezembro e Fevereiro é quando chove mais.

Como chegar
Há várias companhias aéreas que viajem para Bali e os trajectos mais comuns são via Bangkok, Singapura ou Kuala Lumpur. Pesquise o melhor voo num agregador ou directamente nos sites das companhias (Emirates, Lufthansa, KLM, Azul, Turkish, etc) a melhor opção para si. Em termos de preço, pode valer a pena comprar voo para uma destas grandes cidades e daí uma lowcost como a AirAsia, Scoot ou Jetstar para Bali (Denpasar). Para evitar os esquemas dos taxistas balineses, marque um transfer privado.

Alojamento
Em Bali há alojamentos para todos os gostos e preços, desde o mais básico e barato até ao luxuoso e caro! Actualmente, apenas utilizo e recomendo o Booking ou o Airbnb para reservar hotéis, hostels, guesthouses ou casas/apartamentos.

Alugar mota/scooter
Esta é a melhor forma de se movimentar pela ilha. É fácil encontrar scooters para alugar e o próprio alojamento onde vai ficar poderá ajudar com isso. Mas, atenção ao estado e qualidade das motas que, maioritariamente, é fraco. Se quiser jogar pelo seguro e ter um serviço de primeira, a Bali Bike Rental é a melhor opção!

Alugar carro
Pode ser uma opção mas prepare-se para muitas dores de cabeça. Trânsito infernal, dificuldade em encontrar lugar para estacionar, etc vão fazer parte do seu dia-a-dia. Se, ainda assim, for esta a sua opção, pesquise no site Rentalcars.com as melhores ofertas.

Taxis
Em Bali não há transportes públicos. Logo, se não tivermos transporte próprio, restam-nos os táxis. Na maioria das localidades encontram-se pontos de táxis locais (carros descaracterizados e preços negociados caso a caso), mas pode também usar os táxis da Blue Bird (com taxímetro e óptimo serviço), chamar um carro da Uber ou da Grab ou, se precisa de mais agilidade e gastar menos, chamar uma mota da Go-Jek.

Seguro de viagem
Eu recomendo fazer sempre um bom seguro de viagem mas, quando se viaja para Bali, ainda mais! Acreditem em mim, os acidentes lá acontecem com alguma frequência. O seguro que utilizo sempre nas minhas viagens e que é reconhecido como um dos melhores do mundo é o da World Nomads.

 
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Pesquisar voos
Pesquise os seus voos num agregador como o Skyscanner ou o Momondo.
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb.
Seguro de viagem
Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou a IATI.
Tours e bilhetes
Encontre tours à medida e compre bilhetes para atracções no GetYourGuide ou no Viator.
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou a Economy Car Rentals.
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamentos em viagem com os cartões Revolut ou N26.

Deixe um comentário