O que fazer e visitar em Génova

Génova, a cidade portuária mais subestimada de Itália

Quem já visitou Génova e outras cidades e regiões de Itália, concordará que a capital da região de Ligúria não é um dos destinos mais espectaculares para conhecer numa viagem pelo país. Arrisco mesmo dizer que a cidade é mais utilizada como ponto de passagem ou partida e chegada para outros locais (Cinque Terre, cruzeiros, etc) do que propriamente como objectivo turístico final.

Mas isso não é propriamente mau, nem significa que a cidade seja feia ou desinteressante. Pelo contrário, para quem gosta de viajar por locais com menos turismo de massas e aproveitar mais a vida local, visitar Génova pode ser uma óptima experiência!

5 motivos para visitar Génova
» Os teatros e museus têm pouca gente, comparando com outras cidades italianas.
» O centro histórico é muito genuíno e vivido intensamente pelos habitantes locais.
» A comida, em pequenos restaurantes típicos e “street food”, é das melhores do país.
» Os bares e a vida nocturna do “I Vicoli” têm um andamento imparável.
» A zona costeira e a marginal de Nervi são óptimas para passeios junto ao mar.

As 10 melhores coisas para fazer em Génova

Cheguei a Génova sem qualquer planeamento. Na verdade, para mim a cidade foi “apenas” o ponto de partida para uma viagem de vários meses pela Europa, pelo que não me preocupei em fazer muitas pesquisas. Por sorte, tinha o contacto do Frederico, um amigo de uma amiga, italiano e genovense, que me indicou rapidamente alguns pontos que considerava interessantes de conhecer, uns mais turísticos e outros mais locais. Acabei por ficar duas noites e, no final da Eurotrip, ainda regressei para matar saudades!

1. Tomar um cappuccino na Piazza de Ferrari

Piazza de Ferrari
Piazza de Ferrari, Génova.

A primeira coisa que tem que se fazer quando se chega a qualquer cidade Italiana é tomar um cappuccino, certo!? :) A Piazza de Ferrari é, provavelmente, a principal e mais conhecida praça de Génova e um excelente ponto de partida para começar a explorar a cidade. À volta da praça e da grande fonte de jactos de água fica o Monumento a Garibaldi e vários edifícios históricos que vale a pena admirar, como o Palazzo Ducale ou o Teatro Carlo Felice. Há também vários cafés com esplanada onde pode sentar-se a tomar qualquer coisa e a descansar um pouco. Uma das artérias que vai dar a esta praça é a Via XX Settembre, uma avenida larga com muitas lojas, cafés e hotéis. Praticamente do lado oposto, começa-se a entrar pelas ruelas do centro histórico.

Onde dormir em Génova
A oferta de alojamentos em Génova é variada. Deixo algumas sugestões, bem localizadas, para diferentes gostos e orçamentos:
» NH Collection Genova Marina
» Best Western Plus City Hotel
» Hotel Genova Liberty
» Hotel Cairoli
» B&B Piccoli Leoni
» B&B Genova Centro

Ver mais alojamentos em Génova

2. Perder-se no centro histórico (I Vicoli di Genova)

Centro histórico de Génova
As ruas estreitas do “I Vicoli” de Génova.

O centro histórico de Génova, chamado de “I Vicoli” pelos locais – vicoli significa viela ou rua estreita – é um dos maiores da Europa. E é nesta teia de ruelas empedradas, que por vezes parecem não ter saída ou não ir dar a lado nenhum, que se vai certamente perder! Não tem mal… até é melhor assim. Comece pela Piazza de Ferrari em direcção à Catedral de San Lorenzo e, depois, esqueça o mapa e vá seguindo sem rumo certo confiando no seu instinto. Vai encontrar muitos recantos, pequenas praças, igrejas, bancas de fruta e legumes, pequenas pizzarias e restaurantes típicos, gelatarias, vendedores ambulantes de velharias e livros antigos, etc. Se tudo correr bem, vai provavelmente desembocar na Piazza Caricamento, junto à zona portuária ao Porto Antico. Está no sítio certo!

Autocarro Hop-On Hop-Off
É possível visitar o centro da cidade praticamente todo a pé. Mas, para quem tem pouco tempo ou não gosta muito de caminhar, este autocarro turístico tem paragens nos principais pontos de interesse. Ver preços e reservar

Igreja Catedral de Génova, Itália
Praça da San Lorenzo, vista desde o interior da Catedral.
Igreja San Matteo, Génova
Igreja de San Matteo.
Edifício da Autoridade Marítima
Edifício da Autoridade Marítima do porto de Génova.

O “I Vicoli” é também o melhor sítio para ir beber um copo à noite num dos diversos bares de rua. O ambiente é descontraído e muito do estilo de “estar cá fora”. Se não souber onde ir, aponte para a Piazza delle Erbe e vá andando e seguindo o som das vozes.

3. Deslumbrar-se com os palácios da Via Garibaldi

Via Garibaldi
Os palácios Rosso e Bianco estão praticamente frente a frente, na Via Garibaldi.

A Via Garibaldi, também conhecida por “Strade Nuove” é uma das ruas mais importantes e famosas de Génova. Classificada como Património Mundial desde 2006, foi edificada para efeitos de habitação nos finais do século XVI, quando a Itália estava no auge do seu poder marítimo e financeiro. Actualmente, esta estreita rua pedonal atravessa um conjunto de magníficos palácios de estilo renascentista e barroco (Palazzi dei Rolli), alguns deles transformados em museus que se podem visitar, sendo o Palazzo Rosso e o Palazzo Bianco as principais referencias.

Palazzo Bianco - Génova, Itália
Entrada do Palazzo Bianco. Génova, Itália.
Piazza della Meridiana
Piazza della Meridiana, no final da Via Garibaldi.

Génova Walking Tours
Há vários walking tours interessantes que pode fazer em Génova, desde passeios culturais pelos vários monumentos e palácios da cidade, até provas gastronómicas nos melhores botecos do centro histórico. Reserve aqui

4. Observar a cidade desde a Spianata Castelletto

Belvedere Castelletto - Génova, Itália
Vista da cidade desde a Spianata Castelletto.

Gosto sempre de ver uma cidade desde cima, pois é uma boa forma de perceber melhor a sua extensão, o seu enquadramento geográfico e um pouco da sua geometria urbana. Em Génova, não há melhor local para isso do que a Spianata (ou Belvedere) Castelletto. Para chegar até este miradouro, há um lindíssimo ascensor antigo, de estilo Art Nouveau, que sai da Piazza del Portello ou, em alternativa, pode-se caminhar colina acima passando por alguns bairros característicos. A duas coisas valem a pena, por isso a minha sugestão é subir de uma forma e descer de outra!

Escadaria Castelletto
Descida do miradouro pelos bairros locais.

Quando lá estive, encontrei muitas famílias com crianças, grupos de amigos, casais de namorados, etc. É um bom local para travar conhecimento e conversar um pouco com os habitantes locais e, apesar de não ter ficado até ao fim do dia, estou certo que é também um excelente spot para assistir ao pôr-do-sol.

5. Atravessar o arco do triunfo da Piazza della Vittoria

Piazza della Vittoria, Génova

Juntamente com a Piazza de Ferrari, à qual está ligada através da avenida Via XX Settembre, a Piazza della Vittoria é uma das mais importantes praças do centro de Génova. Baptizada assim no final da Primeira Guerra Mundial, a sua principal marca é o imponente “arco do triunfo” e a grande escadaria por trás.

É uma praça com bastante movimento pedonal e automóvel e, para quem viaja de autocarro desde outras cidades, é onde param a maioria das companhias, como a Flixbus e a MarinoBus. Cheguei a dormir aqui duas noites, com a autocaravana bem estacionada num lugar autorizado e gratuito até ás 7:00 da manhã. Foi tranquilo… e acordei mesmo de frente para o arco!

Comboios e autocarros em Itália
O comboio é o transporte público mais eficiente para viajar em Itália. Em alternativa, também há muitos autocarros de longa e curta distância. Utilize o seguintes sites para comprar os bilhetes:
» Omio
» ItaliaRail
» Busbud

6. Relaxar no bairro piscatório de Boccadasse

Bocadasse, Itália

Num bom dia de sol, e havendo tempo para isso, um dos melhores programas para fazer em Génova é visitar o pitoresco bairro piscatório de Boccadasse. É um lugar poético, ideal para passar umas horas a admirar as tradicionais casas coloridas, que descem até ao mar como nas Cinque Terre, e os barcos dos pescadores. Aproveite para comer um gelado ou beber um Aperol numa das pequenas esplanadas viradas para a água.

Boccadasse está situado a cerca de 3,5 km do centro da cidade. Para lá chegar, pode apanhar um autocarro público ou o Hop-On Hop-Off. Uma boa alternativa para quem gosta de caminhar é ir/voltar a pé pelo “Corso Italia”, um bonito calçadão com uma extensão de 2,5 km junto ao mar.


7. Caminhar na Passeggiata di Nervi

Nervi, Génova

Continuando para lá de Boccadasse, com início no pequeno porto de Nervi, encontramos esta inspiradora via pedonal à beira-mar que, com o nome oficial de “Passeggiata sul mare Anita Garibaldi”, é o local preferido dos verdadeiros românticos.

Este caminho foi originalmente criado em 1823, para os pescadores e agricultores locais conseguirem chegar aos spots de pesca e aos terrenos agrícolas que terminavam no mar. Actualmente, especialmente durante os meses de Verão e os dias solarengos de Outono, os pequenos cafés encolhidos entre as rochas e as enseadas de água azul esverdeada são o retiro perfeito para os moradores da cidade e para os turistas que querem fugir um pouco do reboliço.

8. Visitar o Porto Antico e o Aquário de Génova

Porto Antico

O antigo porto de Génova foi reformulado na década de 90, transformando-se numa das principais áreas de turismo e entretenimento da cidade. Actualmente, aqui pode-se encontrar diversas lojas, cafés, bares, restaurantes, o reconhecido Aquário de Génova (o maior da Europa) e outras instalações. Conta ainda com um óptimo hotel, um Centro de Convenções e, claro, uma grande marina em pleno funcionamento.

Compre aqui os bilhetes para o Aquário de Génova
» Bilhete sem fila com cancelamento gratuito

Este grande espaço aberto costuma receber vários tipos de eventos, como concertos de artistas italianos e internacionais, shows de luzes e som, festivais culturais e artísticos, e até uma pista de gelo durante o Inverno! Mesmo que a diversão não seja uma prioridade, este é um local icónico e bastante agradável de visitar, e é frequentado tanto por turistas como por habitantes locais.

9. Ver o pôr-do-sol na Isola delle Chiatte (Porto Antico)

Island Barges - Génova, Itália

A “Ilha das Barcaças” é uma estrutura flutuante, um passadiço formado por uma série de antigas balsas, onde se pode passar um bocado tranquilo a relaxar, pensar, ler ou a assistir ao pôr-do-sol. É um lugar simples, mas bastante popular entre os que gostam de sentir a brisa e o cheiro acompanhados pelos sons característicos das marinas e pelos gritos das gaivotas.

A partir deste spot consegue-se ter uma vista interessante da cidade e perceber como foi crescendo colina acima. É o local ideal para terminar o dia ou mesmo a sua visita á cidade de Génova.

10. Assistir a uma peça de teatro ou musical

A capital da região de Ligúria já foi muitas vezes apelidada de “cidade do teatro”, devido à programação rica e variada que oferece durante o ano e que abrange uma ampla gama de géneros, desde óperas e concertos sinfônicos, passando por peças clássicas e comédias, até cabaré e shows infantis.

O Teatro Carlo Felice é a principal e mais espectacular casa de ópera da cidade, mas existem dezenas de outras companhias de teatro, bem como pequenos cinemas independentes, cujas salas, auditórios e foyers estão constantemente ocupados com peças, reuniões, leituras e vários tipos de eventos. Pode pesquisar algumas dessas organizações e a respectiva agenda no site Genova Teatro.

Guia prático para visitar Génova

Quando ir

O clima em Itália é do tipo mediterrâneo e Génova pode ser visitada todo ano, sendo que no Inverno o frio e a chuva podem tornar a viagem menos desagradável. A Primavera e o Verão são as melhores altura em termos de tempo, mas o Outono também tem a sua beleza e a vantagem de ter menos turistas e preços mais baixos.

Passaporte e visto

Os cidadãos portugueses apenas precisam do Cartão de Cidadão. Os cidadãos brasileiros não precisam de visto para estadias de turismo, mas precisam de passaporte e Seguro Médico Internacional. Se precisar de apoio com documentos de viagem, utilize a iVisa.

Como chegar

Génova tem um aeroporto internacional servido por diversas companhias aéreas. Pode pesquisar voos no Skyscanner ou na Kiwi.com. Se já estiver em Itália, o comboio é a forma mais eficiente de se deslocar entre cidades e os bilhetes podem ser comprados online na Omio ou na ItaliaRail. Alugar carro em Itália costuma ser barato e uma óptima opção para viajar pelo país. Pesquise carros na Rentalcars.com ou na Rentcars.

Alojamento

Tente ficar no centro histórico ou muito perto, de forma a conseguir visitar facilmente os pontos mais importantes. Reserve online com antecedência pelo Booking ou, se preferir um apartamento, veja também no Airbnb.

Como se deslocar

O mais prático é andar a pé. Para alguma deslocações mais longas, existe uma linha de metro que atravessa a cidade e uma rede de autocarros públicos eficiente. O autocarro turístico Hop-On Hop-Off é uma boa opção para quem tem pouco tempo e quer ver muita coisa.

Seguro de viagem

Não se esqueça do seu Cartão Europeu de Saúde, que assegura alguns cuidados médicos mas não substitui um seguro de viagem completo. Pessoalmente, recomendo os seguros da IATI e da World Nomads. Se viaja desde o Brasil, não se esqueça que é obrigatório contratar um seguro para entrar na Europa e que também pode pesquisar diferentes alternativas nacionais na Seguros Promo.

Internet e comunicações

A grande maioria dos alojamentos, restaurantes e cafés oferece Wi-Fi gratuita. Os viajantes portugueses podem utilizar o seu plano de dados normalmente como em Portugal (roaming na União Europeia). Para os viajantes brasileiros, a melhor opção é comprar um cartão SIM local à chegada (TIM, Vodafone, W3).

Mapa para visitar Génova

Viajei em Itália numa autocaravana da GO Caravaning. Foi uma forma diferente de explorar o país e uma experiência espectacular, que recomendo vivamente!

 
Planeia a tua viagem com estas ferramentas
Faz como eu! Estas são as principais ferramentas que utilizo na preparação das minhas viagens. Ao utilizares os links abaixo, poderás ter alguns descontos e vantagens e eu posso ganhar uma pequena comissão. Desta forma, ajudas-me a manter o blog sem pagares nada mais por isso.
Voos
Encontra os melhores voos no Skyscanner ou no Kiwi.com
Alojamento
Reserva o teu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb
Seguro de viagem
Faz sempre um bom seguro de viagem com a IATI ou a World Nomads
Tours e bilhetes
Marca tours e compra bilhetes para atracções através do GetYourGuide ou do Civitatis
Rent-a-car
Consegue os melhores preços no aluguer de carros com a Rentalcars.com ou a Rentcars
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamento com os cartões Revolut, Curve, N26 ou TransferWise

Precisas de ajuda para planear a tua próxima viagem?

Workshop Smart Travel

Deixe um comentário