Roteiro e o que visitar na região da Toscana

Toscana, uma terra de história, natureza e slow food

É quase invariável falar em Itália sem que alguém mencione a Toscana. Na verdade, num território tão extenso e variado, esta é muitas vezes mencionada como a região mais bonita do país. Eu não gosto muito de superlativos, mas entre história e cultura, natureza, vinhos (em que o Chianti é, provavelmente, o mais conhecido) e comidas deliciosas, a Toscana tem, efectivamente, tudo para agradar a quase todo o tipo de viajantes.

Visitei grande parte da Toscana de carro (autocaravana para ser mais exacto) e a experiência foi incrível! Estradas rodeadas de campos de trigo dourados, grandes olivais cor de prata e vinhas verdejantes metodicamente alinhados nas encostas e socalcos, são o preâmbulo para as cidades e aldeias medievais, muitas delas muradas, localizadas no topo das colinas. Uma atrás da outra.

Roteiro e o que conhecer e visitar na Toscana

Neste artigo, deixo uma sugestão de roteiro a locais a visitar, bem como um guia prático para ajudar a planear e realizar uma viagem independente pela região. Mas não fique apenas por aqui. Explore! De vez em quando, esqueça os mapas e os itinerários… e, simplesmente, vá andando.

Florença

Florença, Itália

Florença é uma cidade que praticamente nem precisa de apresentação. De facto, é um dos destinos mais visitados de Itália e mesmo da Europa. É maravilhosa! Romântica, viva, secreta, cheia de ruelas, cultura e monumentos magníficos … até eu que nem sou muito de cidades me apaixonei facilmente. Muitos viajantes começam a sua viagem pela Toscana por Florença, ficando dois ou três dias na cidade e depois seguindo para sul. Essa é uma óptima opção! Outros, que têm menos tempo disponível, apostam ficar apenas pela capital da região e fazer uma ou duas day trips a San Gimignano e/ou Siena, ou a outra cidade que lhes desperte o interesse.

Reserve bilhetes para as principais atracções de Florença com antecedência
» Tour e Entrada Prioritária à cúpula do Duomo de Florença
» Excursão a pé guiada por Florença
» Entrada com horário reservado na Galeria da Academia (David de Michelangelo)
» Ver todas

San Gimignano

San Gimignano - Toscana, Itália

San Gimignano, uma das principais atrações da região, é vulgarmente chamada de “cidade das torres”. Ao contrário de outras cidades, cujas torres medievais foram sendo deitadas abaixo por guerras, catástrofes naturais ou simplesmente pelo desenvolvimento urbano, aqui conseguiu-se preservar muitas delas. Restam 14 de um total de 72 torres, sendo que 7 delas se destacam especialmente. É uma bonita cidade murada, com excelentes vistas sobre os vales da Toscana. Muita gente visita San Gimignano desde Florença numa day trip (há autocarros regulares) e uma tarde é suficiente para conhecer a cidade. Para chegar de comboio, deve-se ir até Poggibonsi e daí apanhar um autocarro local. Mais informações em www.sangimignano.com

Monteriggione

Monteriggione - Toscana, Itália

Construído no início do século XIII pela República de Siena com o objectivo de se defender contra as invasões de Florença, o castelo de Monteriggione é hoje um ponto de paragem quase obrigatório. Visita-se facilmente em cerca de 1-2 horas, através de um curto desvio na estrada Florença-Siena. Desde Siena (aprox. 10km) há autocarros regulares. Mais informações em www.monteriggioniturismo.it


Siena

Siena - Toscana, Itália

Quando se fala em Toscana, é quase imediato alguém dizer Siena! De facto, esta é uma das principais cidades medievais e um ponto de destaque na região. Guarde tempo para visitar Siena. Algumas pessoas fazem-no desde Florença numa day trip (cerca de 1h30m de comboio ou autocarro) mas, se tiver essa possibilidade, fique para dormir e faça tudo com calma. O centro histórico, classificado como Património Mundial pela UNESCO, está dividido em 3 terços (Camollia, San Martino e Città) e no gabinete de turismo poderá recolher um mapa geral e folhetos específicos com os destaques da cada parte. Planeie um roteiro pedonal que passe pelos pontos que mais lhe interessam (ou todos!), mas deixe também algum espaço para improviso e para se perder pelas praças e ruelas. Duas coisas que não deve deixar de fazer: subir à fachada da nova catedral inacabada (Facciatone) e terminar o dia a beber um cappuccino ou um aperol numa esplanada da Piaza del Campo.

Bilhetes Duomo e Walking Tour
» Duomo de Siena Fast Pass (inclui subida Facciatone)
» Siena Walking Tour

Buonconvento

Buonconvento - Toscana, Itália

Não diria que Buonconvento seja um destino por si só, mas foi uma boa surpresa quando precisei de fazer uma paragem para dormir (viajava de autocaravana) enquanto viajava entre Siena e Montepulciano. Este burgo medieval com uma muralha totalmente preservada, dentro da qual se encontram várias ruinhas pitorescas, um museu, uma bonita igreja e outros pontos de interesse. Pela estrada fora, o cenário da zona de “Crete Senesi” deslumbra-nos com um misto de paisagem lunar e grandes campos verdes.

Capela de Nossa Senhora de Vitaleta

Capela de Vitaleta - Toscana, Itália

A Cappella della Madonna di Vitaleta deve ser uma das igrejas mais fotografadas da Toscana e, de facto, há que admitir que é especialmente “instagramável”. Está localizada no Vale d’Orcia (Património Mundial da UNESCO), na estrada que liga San Quirico d’Orcia a Pienza e Montepulciano, isolada no meio de um monte e no lugar onde, anteriormente, havia uma estátua de Nossa Senhora feita pelo escultor Andrea della Robbia. Mesmo para quem não é católico ou religioso, este é um lugar lindo! Está dentro de um terreno privado, mas o acesso é livre.

Montepulciano

Montepulciano - Toscana, Itália

Depois de conhecer várias destas cidades muradas medievais da Toscana, começam a faltar palavras para as descrever sem ser repetitivo. Não que sejam todas iguais, pois cada uma tem os seus encantos… mas, genericamente, acabam por ter várias semelhanças. Em Montepulciano, destaco a Piazza Grande, onde fica a Catedral e o Palazzo Comunale (Câmara Municipal). É possível subir á torre para apreciar as estupendas vistas sobre o Vale de Chiana, mas por trás do edifício também há dois óptimos miradouros. Depois, passeando pelas ruas e ruelas, vai encontrar várias igrejas, edifícios históricos, lojas, cafés e osterias (tascas), etc. E, claro, não esquecer o Templo de San Biagio, que fica um pouco afastado do centro histórico.


Pitigliano

Pitigliano - Toscana, Itália

Confesso que encontrei esta cidade por acaso. Na verdade, um “engano” no GPS mandou-me para uma estrada de montanha em péssimas condições que não quis arriscar fazer à noite. Decidi, então, parar e dormir no parque de estacionamento (viajava de autocaravana) de uma pequena localidade chamada Castell’Azzara. No dia seguinte, com mais calma, vi melhor o mapa e apanhei outra estrada, que passava por Pitigliano. Imaginem o meu espanto quando, sem fazer ideia do que ia encontrar, dei de caras com este maravilhoso casario esculpido nas rochas! Não façam como eu. Ponham Pitigliano no vosso GPS e passem mesmo por lá de propósito… :)

Termas de Saturnia

Termas de Saturnia

A Toscana é rica em águas termais e as Terme di Saturnia são uma das mais conhecidas. Se calhar, nem tanto pelo Parque Termal, que é óptimo e está muito bem desenhado, mas mais pela cascata de banhos públicos que faz a delícia de locais e viajantes… e respectivas contas de Instagram! :) De facto, o cenário é muito bonito e a água morninha (37,5° na nascente). Duas dicas: tente evitar o fim-de-semana e explore o riacho que corre paralelo à estada de acesso ao Parque Termal. Saturnia tem um pequeno centro com restaurantes, mercearias locais, polícia e ATM.

Pisa

Torre de Pisa, Itália

Não é a primeira cidade que nos vem á cabeça, mas, efectivamente, Pisa fica dentro da região da Toscana. Visitei Pisa numa ocasião diferente da que viajei com mais tempo pela Toscana “propriamente dita” e foi meio de raspão, quase apenas para ver a famosa torre e tirar as fotografias da praxe. Seja como for, é uma paragem que acho que vale a pena!

Outros locais a visitar na Toscana

Muitos outros lugares ficaram por visitar na Toscana. Alguns que me foram recomendados, como Lucca ou Volterra, e outros que tinha marcados no meu mapa mas que acabei por não visitar por falta de tempo, como o Vale de Chianti, Montalcino ou Pienza.

A melhor forma de conhecer a Toscana é desenhar um roteiro geral com os pontos principais que quer visitar, alugar um carro e ir percorrendo vagarosamente as suas bonitas estradas. A cada curva vai haver uma surpresa e entre esses pontos marcados no mapa é que vai encontrar os verdadeiros segredos!


Guia prático para viajar na Toscana
Como chegar
Há voos para Florença desde várias cidades europeias. Pesquise no Skyscanner ou no Momondo. Se já estiver em Itália, o comboio será provavelmente a sua melhor opção. Pode comprar os bilhetes antecipadamente pelo Omnio ou directamente nas estações.

Onde dormir
A escolha é sua pois oferta não falta! Desde pequenos hotéis de charme, quartos particulares, Airbnb’s e hotéis de grande qualidade, o difícil será escolher. Pesquise no Booking ou no Airbnb.

Como se deslocar
O ideal será alugar um carro, o que é muito barato em Itália. Pesquise na Rentalcars ou na Economy Car Rentals. Em alternativa, o comboio ou os autocarros serão a sua melhor opção. Pode comprar os bilhetes online pelo Omnio ou localmente em cada estação ou paragem.

Onde comer
Comidinha boa é coisa que não falta por toda a Itália! O mais barato é comer fatias de pizza, focaccias (pão) ou paninis (sandwich) nas várias tasquinhas de rua que vão aparecer. Também há vários restaurantes económicos que servem pastas (massas) e outras comidas típicas, muitas vezes com um menu completo (primi piatii, secondi e bebida). Nas osterias é mais à base de petiscos e tapas (o queijo e os enchidos Toscanos são uma maravilha). E, claro, restaurantes caros e de grande qualidade também não faltam.

Seguro de Viagem
Se viaja desde o Brasil, não se esqueça que é obrigatório fazer um seguro de viagem para viajar para a Europa. Se viaja desde Portugal, não se esqueça do seu Cartão Europeu de Saúde, que assegura alguns cuidados médicos, mas não substitui um seguro de viagem completo. Recomendo os seguros da World Nomads ou da IATI.
 
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Pesquisar voos
Pesquise os seus voos num agregador como o Skyscanner ou o Momondo.
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb.
Seguro de viagem
Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou a IATI.
Tours e bilhetes
Encontre tours e compre bilhetes para atracções na GetYourGuide ou na Civitatis.
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou a Economy Car Rentals.
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamentos em viagem com os cartões Revolut ou N26.

Deixe um comentário