Destinos, roteiros e onde ir em Cuba

Cuba livre, exótica e romântica

Ao chegar a Cuba fica-se com a sensação que se entrou numa máquina do tempo de se regressou várias décadas atrás. De todos os países e territórios que existem pelo mundo, esta ilha tem, de facto, um encanto especial. Seja pela sua história, carregada de simbolismos, pelo seu formato de vida e organização social, pelos seus magníficos edifícios coloniais, pela sua gente, pelo sol e praias de areia branca e água cristalina, pelo calor, pela música, pelas danças, pelos tons de pele… Cuba é um destino a não perder!

Roteiro para uma viagem em Cuba

Há várias formas e vários roteiros possíveis para em viajar em Cuba. Há quem vá apenas para fazer alguns dias de praia, mas também há quem procure um pouco de cultura, diversão e aventura. A minha viagem ideal em Cuba é tentar fazer um pouco de tudo, já que é relativamente fácil viajar entre as principais cidades!

Havana

Havana

Havana é a cidade mais bonita do mundo! Pronto, está dito. Claro que esta avaliação é sempre relativa e gostos não se discutem mas, de facto, a capital de Cuba tem um charme incomparável. Desde a intensidade das ruelas dos bairros de Havana Vieja e Havana Centro e os seus edifícios coloniais num romântico estado de pré-degradação, às largas avenidas das zonas mais novas da cidade, Vedado e Miramar, e aos fins de tarde e noites de namorico ao longo do malecón. Desengane-se quem pensa que Havana é “apenas” um ponto de chegada e partida para fazer uma visita rápida. Pelo contrário, na minha opinião é um dos principais destinos no país e onde se passa bem, pelo menos, três dias.

Viñales

Vinales, Cuba

Viñales é pequena e pacata cidade rural situada a oeste de Havana, na província de Pinar del Rio. O seu magnífico vale, onde se cultiva essencialmente tabaco e banana, está listado como Património Mundial da Unesco e um dos melhores locais para o observar é do miradouro ao lado do Hotel Los Jasmines. À volta da cidade, há algumas atracções interessantes para conhecer, como o Mural de La Prehistoria e a Cueva del Indio, e fazer um passeio a cavalo pelo meio do vale e do monte é também uma boa ideia. Desde Viñales é possível ir, por terra, até Cayo Jutias.

Cayo Jutías

Cayo Jutias

Cayo Jutías e a sua praia ficam a cerca de 65Km de Vinãles. Há um tour diário que parte de Viñales mas, para quem andar de transporte próprio, também se pode ir de forma independente. Eu aluguei uma scooter e fui sozinho, numa viagem memorável pelo de aldeias rurais e algum monte. A praia é muito tranquila, em parte porque não há qualquer tipo de alojamento na ilha, e excelente para fazer algumas horas de banhos de sol e mar, com areia branca e água cristalina. Há um restaurante, camas e equipamento de snorkeling para alugar.

Cienfuegos

Cienfuegos, Cuba

Cienfuegos, também conhecida como a “Pérola do Sul”, é uma cidade apenas com algum interesse relativo quando comparada com outros destinos em Cuba. A Plaza de Armas ou Parque Jose Martí e respectivas ruas pedonais à sua volta são a parte mais interessante do centro. Depois, através do Paseo del Prado, a principal artéria da cidade, chega-se ao malecón com vista para a baía e ao bairro residencial e recreativo de Punta Gorda. Um pouco mais abaixo, o parque de La Punta também é um lugar tranquilo para passar um bocado. Todo este trajecto pode ser facilmente feito de bicicleta ou mesmo a pé.

Trinidad

Trinidad, Cuba

Trinidad, listada como Património Mundial da Unesco, é uma cidade história e um destino inevitável em Cuba. O seu centro histórico, com casas coloridas, ruas de paralelo rústico e diversos museus e igrejas, são a atracção principal mas, nas redondezas da cidade, há outros locais interessantes como o Vale de los Ingenios e a praia Ancón. À noite, todos os caminhos vão dar à escadaria da Casa de la Musica, onde se vive uma das melhores movidas ao ar-livre do mundo. Cultura, natureza, praia, vida nocturna… Trinidad tem tudo!

Santa Clara

Santa Clara, Cuba

Santa Clara não é uma cidade especialmente interessante do ponto de vista turístico, mas ficou famosa por ter sido a cidade onde Che Guevara chegou após o triunfo da guerrilha e rendição das forças governamentais de Fulgencio Batista. Na minha opinião, que adoro a história da revolução Cubana, vale a pena uma vista, nem que seja apenas de um dia a partir de Trinidad ou Havana, para visitar o Complexo e Museu Memorial Ernesto Che Guevara e o Monumento do Tren Blindado, que recorda um importante episódio da revolução.

Santiago de Cuba

Santiago, Cuba

Santiago é a segunda maior cidade de Cuba e, porventura, a mais exótica um pouco devido ao facto de diferentes grupos étnicos se terem aqui fixado. Foi a primeira capital do país e o berço de quase todos os géneros musicais cubanos e, ainda hoje, continua a ter uma vida nocturna muito activa e a maior festa de Carnaval da ilha. As ruas estreitas, as escadarias, a Catedral e outras igrejas e monumentos são os principais pontos turísticos.

Cayo Coco,  Cayo Guillermo e Cayo Santa Maria

Cayo Coco, Cuba

Cayo Coco e Cayo Guillermo são duas das praias mais conhecidas e procuradas por turistas, pela qualidade das suas areias brancas e finas e água cristalina. Aqui há vários hotéis, para todos os gostos e carteiras, e é possível chegar de avião ou de carro. Para ir até Cayo Guillermo, tem que se guiar desde Cayo Coco e é um passeio bem agradável. Cayo Santa Maria é uma praia mais acessível a locais e, por isso, tem mais movimento de turistas cubanos. É escolher!

Varadero

Varadero

Varadero é uma das zonas de praia mais famosas do mundo e, provavelmente, com todo o mérito. Confesso que não fui a Varadero porque tendo a não gostar especialmente de locais com turismo mais massificado e tento evitar resorts e sistemas de “tudo incluído”. Em todo o caso, através de relatos de amigos e de outros viajantes, estou seguro que, dentro do género e desse conceito, Varadero será uma boa opção.

Guia prático para visitar Cuba

Quando ir

Cuba tem um clima tropical, com uma estação seca entre Novembro a Abril e uma estação húmida entre Maio a Setembro. Pode-se visitar o país durante todo o ano, mas de um modo geral a melhor época é durante a estação seca, especialmente nos meses de Março e Abril.

Passaporte e visto

Os cidadãos portugueses e brasileiros precisam de passaporte com o mínimo de 6 meses de validade à data de saída do país. Adicionalmente, também precisam de visto (Cartão Turístico de Cuba), que deverá ser pedido na embaixada ou através de uma agência como a iVisa.

Seguro de viagem

É obrigatório ter seguro de viagem para visitar Cuba. Para cidadãos portugueses, recomendo os seguros da IATI. Para cidadãos brasileiros, recomendo pesquisarem diferentes alternativas nacionais na Seguros Promo.

Como chegar

Há várias companhias que viajam para Cuba, com a Iberia, KLM ou Air Europa. O ideal será pesquisar no Skyscanner um voo que lhe convenha.

Como se deslocar

Os autocarros Via Azul cobrem as cidades e destinos mais importantes e são um meio de deslocação prático e eficiente. Os bilhetes podem ser comprados online.

Alojamento

Reservar um alojamento em Cuba não é tão fácil e imediato como noutros destinos, uma vez que grande parte das plataformas não trabalha com o país como consequência do embargo económico. Para hotéis, pode tentar o Expedia e o Trivago, bem como os sites de cadeias nacionais como os Cubanacan, Gaviota ou Gran Caribe. Para apartamentos ou quartos em Casas Particulares, tanto o Airbnb como os portais nacionais Cubaccommodation e Havana Casa Particular são boas opões.

Tours e actividades

No Civitatis consegue encontrar e reservar vários tours e actividade para fazer nos principais destinos turísticos da Cuba. Outra alternativa, será procurar localmente quando chegar ao país.

Dinheiro e cartões bancários

A moeda oficial em Cuba é o Peso Cubano (CUP). O sistema monetário no país é confuso e pouco amigo dos viajantes, pelo que o melhor será levar Euros (preferencialmente em notas pequenas) para usar na rua e cambiar nas casa de cambio oficiais (CADECA). Cada vez mais os cartões de crédito e débito (especialmente Visa) vão sendo aceites para fazer pagamentos e levantamentos em ATMs, mas não podem estar associados a um banco americano. Os cartões Revolut (Visa) devem funcionar em grandes problemas. Recentemente, o governo de Cuba lançou um cartão pré-pago que pode ser comprado e recarregado com dinheiro (Euros, Libras, Francos Suíços, Dólares Canadianos e outros – USD não) nas CADECAs e depois utilizado para levantar Pesos Cubanos em ATMs ou fazer pagamentos em lojas, hotéis, restaurantes, tours, etc).

Internet

O acesso à internet em Cuba é difícil e pouco eficiente. Alguns hotéis oferecem WiFi e é possível comprar um cartão Nauta Cards da ETECSA, a companhia estatal de telecomunicações para aceder a um dos diversos pontos WiFi púbicos espalhados pelo país, mas as velocidades ainda são muito más. Se ficar numa Casa Particular, pergunte ao seu anfitrião a melhor forma de conseguir internet, pois é provável que ele lhe consiga orientar alguma coisa.

Oferta de livro

Livre Trânsito

Recebe uma Newsletter com as melhores dicas para viajar! Como oferta, ainda te envio o livro com as crónicas da minha viagem de Volta ao Mundo.

Planeia a tua viagem com estas ferramentas

Voos

Pesquisa os teus voos no Skyscanner

Seguro de viagem

Faz um seguro de viagem com a IATI Seguros (5% desconto com este link)

Alojamento

Reserva o teu hotel, hostel ou guesthouse no Booking

Cartões bancários

Poupa nas taxas de levantamento com os cartões Revolut, N26 ou Wise

Tours e bilhetes

Marca tours e compra bilhetes para atracções através do GetYourGuide ou Civitatis

Rent-a-car

Aluga um carro ao melhor preço com a DiscoverCars

Consulta do Viajante

Faz a tua Consulta do Viajante Online (5% desconto com código tempodeviajar)

Internet

Tem sempre internet em viagem com a Airalo ou Holafly

Vistos e documentos

Trata do visto e outros documentos de viagem com a iVisa

Ao utilizar estes links poderás beneficiar de alguns descontos e vantagens e eu poderei ganhar uma pequena comissão. Desta forma, estás a valorizar o meu trabalho e a ajudar-me a manter o blog, sem pagar nada mais por isso.

12 comentários em “Destinos, roteiros e onde ir em Cuba”

Deixe um comentário