tigres tailandia

Um dia normal de voluntariado na Tailândia

A mãe de uma voluntária italiana, depois de vários emails desta, afirmou ter percebido que os dias na Tailândia eram iguais uns aos outros, que os voluntários e os miúdos tinham uma rotina estabelecida por assim dizer.

Quarto de banho da casa na Tailândia

A vida selvagem em directo

Desde o incidente com os geckos que a minha confiança foi abalada. Pareço ter tanta coragem e à vontade como quando era criança, excepto que agora já não grito tanto. Uma questão de orgulho e noção do ridículo, acho eu.

Trabalho de campo na Tailândia

A paciência tailandesa

Uma das coisas mais importantes para um tailandês, ou se quiserem, um dos pontos essenciais da cultura tailandesa é não perder a cabeça, não se chatear.

refeição na tailandia

Notas soltas desde a Tailândia

A meu ver o problema principal do voluntariado é a falta de organização de um grupo de pessoas que se uniu por uma causa ou situação ou então a falta de recursos para ser organizado.

taxi mota na tailandia

Dar aulas na Tailândia

Quase todos os alunos são birmaneses assim como a maioria dos funcionários da escola, algumas mães trabalham na cozinha, há alguns professores da Birmânia.

Bárbara junto ao Rio Kwai, Tailândia

A cidade de Sanghklaburi

Nas traseiras da casa há uma pousada muito gira e, o mais importante, um lago imenso com vista para a maior ponte de madeira da Tailândia, a mesma do filme River Kwai.

estação de autocarros em Bangkok

Bangkok e a longa viagem até ao projecto

Encostei-me à mochila e preparei-me para dormir durante sete horas. Eram seis da manhã. Duas horas depois mandam-me sair do autocarro, tinha chegado a Sanghklaburi. Mau…

templos em Bangkok

Chegada a Bangkok, Tailândia

Quando finalmente consegui chegar até à porta do quarto estava exausta, ria por tudo e por nada e estava muito orgulhosa dos meus feitos. Contudo o rapaz da porta ao lado afastou-se de mansinho. Enfim, não se pode ganhar todas as batalhas.

bagagem de viagem

Um ano de voluntariado na Tailândia

Quando era miúda queria ser como o Macgyver, queria viajar pelo mundo e ter ideias brilhantes só a partir de um isqueiro. Queria viajar com uma mochila, uma lanterna, um livro e um par de binóculos.

Rotorua, Nova Zelandia

SPA dos pobres

Deixo a cidade borbulhante de Rotorua amanhã bem cedo, mas apetecia-me ficar mais um dia, só para repetir o tratamento de luxo neste SPA dos pobres.

taranaki nova zelandia

Filho adoptivo

Regresso à costa na zona de Taranaki, berço por excelência da comunidade Maori, a tribo polinésia que está nas raízes da Nova Zelândia, trazendo já na bagagem muitas aventuras em terra,

Fim da estrada

Quando aterrei na Nova Zelândia, sabia exactamente qual seria o meu primeiro destino. Raglan, uma vila situada na saída de um rio que tem uma … Ler mais