Como escapar à Gendarmerie Royale

A melhor forma de viajar em Marrocos é, muito provavelmente, de carro próprio ou alugado. Quem diz carro, diz mota, jipe, auto-caravana, skate ou qualquer coisa que se mova!

Tradicionalmente, contam-se muitas histórias sobre os polícias de trânsito marroquinos (Gendarmerie Royale): que só lá andam para sacar dinheiro aos turistas, que mandam parar só para serem subornados, que se escondem nos arbustos à espera dos carros para multar, etc, etc. Tudo isto virou mito e, se no passado estas histórias podiam ter alguma ponta de verdade, a realidade de hoje é totalmente diferente. O turismo é uma das principais fontes de receita de Marrocos e o país está relativamente bem estruturado para isso. Desde há vários anos que o Rei impôs regras e políticas estritas à forma como os agentes da autoridade tratam os turistas e isso tem tido efeitos práticos na rua.

Viajar de carro em Marrocos, quer do ponto de vista de condições das estradas, quer do ponto de vista da qualidade do controlo policial não é pior do que em qualquer país europeu médio, como Portugal ou Espanha.

Dicas para não ser apanhado pela polícia de trânsito em Marrocos

Mas, já se sabe, andar de carro próprio tem sempre os seus riscos e inconvenientes e um deles são as possíveis multas que se possa apanhar por infracções de trânsito. Aqui ficam alguns conselhos para tentar evitar esse custo extra no orçamento da viagem!

✔️ Preferencialmente, andar com um carro de matrícula estrangeira

Pelos motivos explicados acima, os carros com matrícula estrangeira terão tendencialmente, menos probabilidade de serem chateados. Os turistas são para serem bem tratados! Veja dicas sobre como viajar com o seu próprio carro para Marrocos no artigo Como chegar a Marrocos.

Carro em Marrocos

✔️ Não cometer nenhuma infracção

Esta parece ser uma regara óbvia mas, muitas vezes, não nos lembramos que cometer uma infracção não é uma questão de sorte ou azar. Está nas nossas mãos! Se não se fizer nada errado, nenhum polícia vai ter uma desculpa para tentar sacar-nos dinheiro.

✔️ Cumprir sempre os limites máximos de velocidade

A polícia está muitas vezes nas localidades que se atravessam ao longo das estradas nacionais, quase sempre meio dissimulada atrás de uma árvore ou algo parecido. Usam frequentemente umas pistolas medidoras de velocidade que também têm câmara para apanhar infracções em flagrante. Por isso, respeitar sempre a velocidade máxima indicada (os sinais de trânsito são claros) e não cair na tentação de ultrapassar, por cima do traço contínuo, a carroça de burros que vai à frente.

✔️ Atenção ao esquema dos pontos Stop

Esta é a única ratoeira que continua a ser aplicada, mais por falta de conhecimento ou atenção dos condutores. Por vezes são montados pontos de Stop, onde os condutores devem parar e aguardar até os polícias darem sinal para avançar. Os sinais são colocados no chão, como na imagem. Primeiro vai aparecer o sinal “Ralentir”: é para abarandar! Depois o sinal “Halte”: é para parar! Mas é para parar exactamente onde está o sinal… porque os polícias vão estar umas boas dezenas de metros à frente. À primeira, a maioria dos condutores estrangeiros vai encostar, mas só vai parar o carro ao lado do polícia. Infracção! Não parou exactamente no local do sinal “Halte”. :) Por isso, é para parar mesmo no sítio do sinal e aguardar que a polícia dê, lá do fundo, ordem de avançar com um gesto manual. Mesmo que eles pareçam distraídos, a conversar ou a multar outro carro, é para parar e aguardar a ordem. Sempre!

Sinal Stop em Marocos

Dicas para escapar à multa depois de ser apanhado em infracção

Ao contrário do que acontece na maioria dos países “mais civilizados”, em Marrocos ainda há poder de negociação quando se é apanhado em infracção. Certo ou errado enquanto modelo civilizacional, a verdade é que para nós, turistas que só lá estamos umas semanas, esta será quase sempre a porta de saída mais barata e menos burocrática. Regra geral, os polícias são simpáticos e gostam de conversar, seja a negociar uma multa, seja sobre assuntos mais genéricos.

✔️ Os polícias estão a cumprir o seu dever

Primeiro que tudo, lembre-se que foi apanhado em infracção e os polícias estão a cumprir o seu papel. O papel do condutor é colaborar e tentar pagar o menos possível. Comece por sorrir, cumprimentar com um aperto de mão e não se armar em esperto.

✔️ Ter calma e muita paciência

Todo o processo de negociação é vagaroso e demorado e será sempre um testar de limites entre o condutor e o polícia. O condutor quer ir embora, para sair daquela situação que não domina e continuar a sua viagem sem perder muito tempo. O polícia quer despachar este e passar para o próximo, para facturar mais. O mais paciente levará a melhor!

✔️ Entregue os seus documentos ao polícia

Se o polícia pedir os documentos, entregue. Provavelmente ele vai pegar neles e meter-se dentro do jipe a fazer de conta que passa a multa. Tudo bem, sem dramas, ele não vai fugir com os documentos. Que vantagem teria ele com isso? Calma, saia do carro devagar e aproxime-se do polícia para começarem a conversar. Sorria e dê o seu melhor. Por esta altura ele já sabe que você é português ou brasileiro e que, provavelmente, não tem muito dinheiro e vai dar luta! :)

estrada em marrocos
Numa estrada nacional em Marrocos, entre Merzouga e Ouarzazate.

 

✔️ Peça para ser perdoado

Depois de saber qual é a acusação e o valor da multa, mostre-se surpreso e arranje uma justificação: “Não me diga, ia em excesso de velocidade? Peço desculpa, ia distraído com esta paisagem tão bonita que nem em apercebi”. E, a seguir, peça, de caras, para ser perdoado: “Não me pode perdoar, senhor guarda? Vou ter mais atenção a partir de agora… este país é tão bonito”. Perdoar não pode? “Mas é tanto dinheiro, isso vai ser um rombo no meu orçamento destas férias e nem tenho tanto dinheiro comigo” (não mostre a carteira se estiver cheias de notas). Já estão a ver onde isto vai levar, certo?

✔️ Deixe que seja o polícia a sugerir um valor

Normalmente eles atiram para metade do valor oficial da multa e, muitas vezes, fazem o papel do polícia-bom/polícia-mau. Enquanto o mais mal-encarado se mostra intransigente, o mais simpático vai dando a solução para o problema. Alinhe nessa história. A partir daí será a capacidade de negociação de cada um, mas é possível conseguir baixar mais do que metade. Acenar com Euros em vez de Dirhams pode ser boa opção e permitir ganhar um bocadinho no câmbio.

✔️ No limite, mostre algum desespero e tente apelar à pena

Em situações mais limite (não ter dinheiro para pagar, estar com pressa para apanhar o ferry, etc) pode-se tentar o “não percebo, não sei falar francês, deixe-me ir embora, por favor” ou pôr a mulher/namorada/amiga a chorar! :)

Na minha última viagem a Marrocos tive duas situações deste género com a Gendarmerie Royale. Uma com o esquema do Stop, cuja multa era de 400 Dh e que acabei por pagar metade. Outra por ter passado um traço contínuo numa localidade: o polícia mandou-me parar, disse que tinha uma foto da infracção, eu mostrei-me distraído, pedi desculpa e ele deixou-me ir embora.

   
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Pesquisar voos
Pesquise os seus voos num agregador como o Skyscanner ou o Momondo.
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb.
Seguro de viagem
Não arrisque! Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou a Globelink.
Tours e bilhetes
Encontre um tour à sua medida e compre bilhetes para atracções no GetYourGuide ou no Viator.
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou na Economy Car Rentals.
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamentos em viagem com os cartões Revolut ou N26.
WiFi e Internet Móvel
Tenha internet ilimitada em qualquer país do mundo com o Skyroam.
 

Mais dicas de viagem sobre Marrocos

8 comentários em “Como escapar à Gendarmerie Royale

  1. fiz norte a sul de carro fui mandado parar umas 10X, excesso de velociade grande parte delas outras porque sim e um traço continuo..
    paguei apenas a do traço continuo com 10€ a dizer q n tinha mais mas sempre educado.
    Segredos é ser educado e saber ouvir e aproveitar os topicos deles e muito agradeço ao luis figo, cristiano ronaldo e ao respeito que os portugueses tem pelas pessoas.
    r

    Ser portugues é ser humilde e isso traz beneficios… taço continuo ainda rimos e ficamos os 3 contentes eles pq ficaram com 10€ para eles “sem recibo”e eu pq 10€ é o preço q pagamos por um almoço no dia-a-dia depois de ter feito uma asneira em excesso de velocidade…

    Atenção à saida do pais junto ao cais de embarca…. leva tempo ou dinheiro :)

  2. Em Julho viajei em Marrocos com um carro alugado. Fiz perto de 1500 km e a policia mandou-me parar 3 vezes por circular em excesso de velocidade. Logo que me pediram os documentos, disseram-me o valor a pagar 300 Dh. A primeira resolvi com 20 €, a segunda foi grátis e a terceira resolvi com 10 €. Tal como cá estão nitidamente à caça, mas lá são mais baratos.

Deixe um comentário