Comida e alimentação na Argentina

A Argentina é um paraíso gastronómico para os amantes da carne, mas para os vegetarianos pode ser um autêntico pesadelo. A comida típica da Argentina é a Parrilla e o Assado, normalmente acompanhada com “papas fritas” (batatas fritas) e salada. Arroz e massa são muito difíceis de encontrar nos restaurantes. No entanto, face à forte emigração italiana, a pizza é também um orgulho nacional e os argentinos consideram a sua pizza melhor do que a italiana ou norte-americana! Comer peixe na Argentina é bastante invulgar e, salvo nos melhores restaurantes, é difícil encontrá-lo nos menus.

A variedade de carne que encontrará à venda nos supermercados e mercados locais é uma tentação para fazer autênticos petiscos argentinos. As carnes mais afamadas são os bifes de chorizo e bife de lomo, as melhores partes da carne bovina argentina. As tiras de assado, as morcelas, os chouriços e os bifes fazem parte de qualquer ementa. Um dos segredos melhor guardados da gastronomia argentina é os Ollos de Bife, outra das partes nobres do bovino que não circula no mercado internacional.

A carne na Argentina é mais barata do que em Portugal, mesmo nos restaurantes, mas face à forte inflação não espere grandes “negócios” nas visitas aos restaurantes. Os melhores locais para comer comida típica são em Buenos Aires e no centro e norte do país. Na Patagónia e Terra do Fogo, os restaurantes são mais caros.

Ao pequeno-almoço, os argentinos comem frequentemente medallunas, pequenos croissants doces, normalmente acompanhados por Dulce de Leche (uma delícia imperdível em qualquer viagem à Argentina mas uma bomba calórica) ou compotas de fruta. Se vai realizar exercício físico durante o dia não resista ao Dulce de Leche! Muito populares são também os gelados de Dulce de Leche.

Para comer nas ruas é bastante popular o choripan, sandes de chouriço grelhado, e as deliciosas empanadas. Espere pagar cerca de 15Ar (2,5€) por um choripan e cerca de 2 a 3Ar por cada empanada. As empanadas mais populares são as de jamon e queijo, frango, verduras e carne.

Nas áreas mais turísticas é fácil encontrar várias opções de cozinha internacional, mas essencialmente europeia. A comida asiática está pouco difundida e resume-se praticamente à capital.

   
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Pesquisar voos
Pesquise os seus voos num agregador como o Skyscanner ou o Momondo.
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb.
Seguro de viagem
Não arrisque! Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou a Globelink.
Tours e bilhetes
Encontre um tour à sua medida e compre bilhetes para atracções no GetYourGuide ou no Viator.
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou na Economy Car Rentals.
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamentos em viagem com os cartões Revolut ou N26.
WiFi e Internet Móvel
Tenha internet ilimitada em qualquer país do mundo com o Skyroam.
 

Mais dicas de viagem sobre Argentina

3 comentários em “Comida e alimentação na Argentina

  1. Nossa, que comida horrivel de lá, achei bem ruim, comida sem gosto! Argentinos não sabe temperar comida!! A comida de lá só serve para os Argentinos mesmo, muito bosta a comida de lá

  2. Que comida horrivel, fria e sem tempeiro, comi um bife de chorizo na Recoleta, não achei nada demais, passado um tempo retornei ao pais, e pedi uma Parrilla, super sem graça, Papas fritas encharcadas de gordura.
    No dia seguinre resolvi mudar e comer um polvo a Vinagrete, ou melhor com gosto de Maresia e deve ter sido cozido na panela cheia de Vinagre, um horror o Argentino não sabe o que é comer bem, uo seja, comida boa e saborosa, tbm Cordon Bleu não é lá, esqueci que a Argentina não exporta chefe de cozinha para lugar nenhum.

Deixe um comentário