Kit de Viagem

lagunas antiplanicas chile

Viagem adiada

Este texto é uma cópia integral de um email enviado ao Gonçalo Cadilhe, em Janeiro 2004. As crónicas “Volta ao mundo por terra e mar” que ele foi publicando na revista Única foram a principal fonte de inspiração para a minha própria viagem, que acabei por fazer apenas em 2007.

 

Caro Gonçalo,

É com alguma tristeza que te escrevo este email, mas convencido de que tomei a melhor decisão possível nesta altura do campeonato. Adiei o projecto da viagem. Por tempo indeterminado…

Percorri o caminho todo… Colei um planisfério na parede no meu quarto; planeei; fiz as contas; estudei os mapas; pesquisei na net sítios para ficar, locais para dormir, meios de transporte; comprei um fato novo para as águas frias do Perú, da Nova Zelândia e da África do Sul; pus decks na 6´5”; falei com a minha família em casa; disse às minhas chefias no trabalho; tirei cópias a cores do “Stormrider Guide”; imprimi os mapas do “Wannasurf.com”; actualizei os meus contactos no Hotmail; e até cheguei a pagar as 75 Libras da pré-reserva do bilhete Round the World.

Fiz tudo isso. Mas, na hora “H”, o meu corpo disse-me para ficar.

Vi-me de pé, de braços abertos, a contemplar os tubos de Puerto Escondido; imaginei-me a dormir com medo em La Libertad e a surfar Pavones de manhãzinha. Pensei em comprar o bilhete para Guayaquil no Panamá e em passar uns dias no Hostal Los Delfines, em frente a Chicama, mal o swell subisse. Sonhei com Cusco e com a noite que ia dormir em Machu Picchu e julguei que ia apanhar ondas de merda em Iquique e Santiago mas, em compensação, ia curtir altas noites cheias de chilenas bonitas. Senti-me a embarcar exausto para Auckland e dormir a viagem inteira, sem precisar de mandar dois Lexotans para enganar o medo; a passar uma semana em Raglan a cansar as pernas mas a descansar o espírito e a passear por campos verdes que acabam dentro de água. Imaginei-me a fugir depressa da Gold Coast, assustado com o crowd e com a Coca Cola ao preço de uma noite nos Andes e ir, num instante, à grande barreira de coral dar um mergulho antes de partir. Acho que ia arriscar ficar a dormir por mil paus num barraco qualquer em frente a Uluwatu e raspar as quilhas em Padang-Padang; ia partir a noite de Kuta sem medo dos atentados! Lembrei-me também de visitar o Meireles, em Maputo, antes de rumar a Durban e Cape Town; e revi na memória aquela surfada do Occy em Jeffreys Bay ao som de Slaves e Concrete Blonde.

mapa mundo

Com amigos, a decidir o itinerário da minha volta ao mundo.

 

Lembrei-me de tudo, pensei em tudo, sonhei com tudo. Mas, curiosamente, não me imaginei a chegar. Não me imaginei a abraçar os meus amigos no aeroporto, a contar-lhes todas as aventuras, as ondas que apanhei, as pessoas que conheci. Não me imaginei a fazer uma sessão de slides lá em casa. Realmente, esqueci-me de me imaginar a voltar…

A decisão de ficar foi tão ou mais difícil como a de partir. Mas, de facto, esta é uma viagem que eu tenho que fazer noutra altura, por mim. Não por outra pessoa; não como uma tentativa de fazer desaparecer um sentimento; não por uma esperança maldita de me perder no mundo e um dia alguém me deitar a mão.

Ou, então, foi só medo…

Este é um projecto que fica adiado, em carteira para concluir mais tarde. Sozinho ou acompanhado. Agora, já tenho o circo todo montado e para partir só preciso dos mesmos três dias que demorei a destruir um projecto de alguns meses.

Mas só quando o corpo disser. Porque a cabeça… essa engana muito!

 

livro o primeiro passo

 

Este texto faz parte do meu livro “O primeiro passo”, que pode ser adquirido em formato papel tradicional ou em formato e-book clicando no seguinte link.

Comprar livro – Portugal Comprar livro – Brasil  
Planeie a sua viagem com estas ferramentas
Faça como eu! Estas são as ferramentas que utilizo no planeamento e preparação das minhas viagens. Ao utilizar os links abaixo, poderá ter alguns benefícios e, ao mesmo tempo, ajuda-me a manter o blog sem pagar nada mais por isso.
Pesquisar voos
Pesquise os seus voos num agregador como o Skyscanner ou o Momondo.
Alojamento
Reserve o seu hotel, hostel ou guesthouse no Booking ou no Airbnb.
Seguro de viagem
Não arrisque! Faça sempre um bom seguro de viagem com a World Nomads ou a Globelink.
Tours e bilhetes
Encontre um tour à sua medida e compre bilhetes para atracções no GetYourGuide ou no Viator.
Rent-a-car
Consiga os melhores preços de aluguer de carros na Rentalcars ou na Economy Car Rentals.
Cartões Bancários
Poupe nas taxas de levantamentos em viagem com os cartões Revolut ou N26.
WiFi e Internet Móvel
Tenha internet ilimitada em qualquer país do mundo com o Skyroam.

Siga-me no Instagram


305 Partilhas

,

No comments yet.

Deixe o seu comentário