Kit de Viagem

Autocarro na Argentina

Transportes locais na Argentina

Avião
As ligações aéreas dentro da Argentina são bastante frequentes. As maiores companhias aéreas são a Aerolineas Argentinas e a LAN, que cobrem as principais atracções turísticas com voos frequentes. Estes voos eram bastante económicos há cerca de 2 anos. Hoje são caros e só se justificam em caso de o viajante ter pouco tempo para percorrer o país, o que acontece na maioria dos casos. Programe esta situação com antecedência porque se comprar bilhetes para voos internacionais e domésticos juntos pode conseguir bons descontos na Aerolineas Argentinas. A maioria dos voos sai de Buenos Aires. Existem também outras companhias mais pequenas e regionais como a Sol Líneas Aéreas, a LADE (Patagónia), a Andes Líneas Aéreas ou a Aerochaco. Os bilhetes podem ser comprados online nos sites das companhias.

Comboio
Infelizmente, a linha de comboio argentina foi praticamente desmantelada e hoje resume-se a pequenos trajectos na área suburbana de Buenos Aires e a uma linha que vai até Posadas mas que, aparentemente, também tem os dias contados. Para além disso, existem duas linhas recuperadas na Patagónia que funcionam exclusivamente para fins turísticos. É o caso do Tren Fin del Mundo, em Ushuaia (8km de percurso) e o Expresso da Patagónia (entre Maitén e Esquel, cerca de 40km). São percursos caros.

Autocarro
Há várias empresas de autocarros na Argentina para deslocações dentro do país, que cobrem bem todos os trajectos e oferecem vários horários diários. Os preços praticados pelas diferentes empresas são mais ou menos semelhantes e oferecem serviço de turística ou primeira classe.Um bom site para ver horários, preços e mesmo comprar bilhetes online é o Plataforma10. Para usar um cartão de crédito português é necessário fazer registo e escolher a Opção 1 cota (taxa mínima, cerca de 0.30€) no momento do pagamento. A maioria das empresas são muito boas e nas inúmeras viagens que realizei utilizei dezenas de empresas diferentes e não tenho queixa absolutamente nenhuma de qualquer uma delas. A Andes Mar e a Crucero del Norte são, provavelmente, as mais conceituadas no país. Os bilhetes para um autocarro específico, nas áreas mais turísticas e durante a época alta (Dezembro a Março), podem esgotar com bastante facilidade, pelo que convém comprar os bilhetes com alguma antecedência. Para sair de Ushuaia há menor frequência de autocarros, já que muitos turistas visitam este local utilizando o avião, por isso é melhor comprar o mais rapidamente possível. Algumas empresas e sites de autocarros na Argentina: Plataforma10, Omnilineas, Andesmar, Crucero del Norte, Cruz del Sur, Ormeno, Pluma Internacional, Pullman del Sur, El Rapido, Bus Sur, Tigre Iguazu.

Aluguer de carro
Para explorar algumas áreas mais remotas da Argentina, como a Patagónia, e fora da época alta é aconselhável alugar um carro. As estradas pelo litoral são boas, mas a maioria dos turistas aluga os carros para percorrer a famosa Ruta 40, onde as condições viárias são muito precárias. Aconselha-se a fazer um seguro contra todos os riscos. O aluguer ronda os 30-40€ diários, dependendo da zona do país. A gasolina é mais barata na Patagónia até alcançar a povoação de El Bólson. Todos aqueles que viajem de carro deverão estar atentos a isso.

Do aeroporto para o centro
Quando se chega ao Aeroporto Internacional de Buenos Aires a forma mais eficaz e económica de chegar ao centro da cidade é comprar (40Ar–7,5€) um lugar nos autocarros da empresa Manuel Tienda Léon, que tem uma oficina no aeroporto internacional e uma outra no aeroporto doméstico. Os autocarros saem frequentemente durante o dia e durante a noite e há, inclusivamente, autocarros para fazer a ligação entre os dois aeroportos. O autocarro deixa os passageiros na oficina da companhia, no Retiro, em frente ao terminal de bus e à estação de comboio. Daí a um hotel no centro, apanha-se um táxi que deverá rondar os 20Ar (3,5€). Também é possível contratar um táxi privado à saída do aeroporto, mas claro que fica bastante mais caro que o autocarro.

Na cidade
As principais cidades argentinas têm um sistema eficiente de transporte urbano e Buenos Aires tem metro. Os preços são bastante económicos e rondam os 0.30€ por trajecto. No entanto, deve reforçar-se a atenção sobre os seus bens sempre que utilizar estes transportes, principalmente em Buenos Aires. Todos os táxis na Argentina funcionam com taxímetro pelo que poderá esperar um preço justo no seu trajecto.

,

No comments yet.

Deixe o seu comentário