Kit de Viagem

Author Archive | Sofia Valente

Nas ilhas do lago Titicaca

O ar e a luz são mais limpos no lago de Titicaca. Entre o Peru e a Bolívia, a 3.800 metros acima do nível do mar, é o ponto mais baixo do altiplano. As várias ilhas têm diferentes comunidades relativamente intactas graças ao esquecimento e isolamento geográfico. Os habitantes raras vezes saem das ilhas, mas […]

Ler mais

Cusco independente e dependente

Cheguei ao terminal de Cusco quando o dia nascia. Passei horas em viagem, perdi noção do tempo entre fronteiras, câmbios, terminais, autocarros, gente, paisagens, turistas europeus, chilenos, ofertas para comprar droga, cheiros a comida, dores nas costas, música e vendedores de camioneta. E ansiedade por chegar. Não é só por chegar: ninguém me obrigou a […]

Ler mais

Ya no basta con rezar

Ao domingo costuma haver churrasco no terraço de alguém. Vêm-se voar os “volantines”, os papagaios de papel dos miúdos em competição. Entre artistas, pintores e músicos que vou conhecendo, apresentam-me um, mais famoso na Europa que no Chile, o Nano Stern. Conhece bem o Porto e outras cidades europeias. Compõe música com raízes na música […]

Ler mais

Re-identificação

Em tempos em que a “globalização” e “sustentabilidade” estão nas bocas do mundo, um professor encarregou-me de ler e pensar sobre o que é isso. A globalização traduz-se no mundo cada vez mais “conectado” (por redes informáticas, de transporte, económicas), com tendência para que as sociedades adoptem hábitos semelhantes, as cidades se pareçam umas com […]

Ler mais

Imenso Sul

O Chile está dividido em 11 regiões, de norte a sul. Entre a cordilheira e o Pacífico, o estreito território vai mudando tanto a sua fisionomia que é frequente ouvir-se dizer que o País tem tudo: deserto, praia, mar, neve, vulcões, glaciares, campos de gelo, lagos, ilhas, florestas frondosas ou pampa seca. A IX região, Araucania, […]

Ler mais

A arte do encontro

Dizia o Vinicius de Moraes que “a vida é arte do encontro, embora haja tanto desencontro” por ela fora. Tinha encontro marcado com um amigo há uns anos, mas adiava sempre a viagem porque não tinha companhia, ou dinheiro, ou tempo. Mas agora não tinha desculpa: tracei a rota de modo a passar em Florianópolis, […]

Ler mais

Costa Uruguaia

Escolhi um lugar, mais ou menos aleatório, na costa atlântica Uruguaia. Há vários pontos onde há ondas “surfáveis” e eu optei por uma pequena aldeia piscatória, perdida entre as dunas. Chama-se Punta del Diablo. Cheguei cansada de carregar a mochila e a prancha debaixo do sol, mas não aguentei: depois de arranjar hostal, espreitei a […]

Ler mais

Chegar a bom porto

Não é aconselhável chegar de noite sem lugar para ficar marcado. Cheguei assim a Montevideo, mas correu tudo bem. Fiquei num hostal barato, bonito e bom, era uma casa antiga, como muitas na cidade, e alguém tocava piano quando entrei. Usei o Espanhol mas a recepcionista era brasileira. Falei em Português, e saíram-me alguns erros, […]

Ler mais